Atividade física no inverno, precisamos ter algum cuidado especial?

3 de agosto de 2018 08:11 | Viver Bem
Atividade física no inverno, precisamos ter algum cuidado especial? An Athletic woman jogging in the winter.

Bom dia pessoal, um assunto muito bem vindo nessa semana fria é quanto à atividade física nessa época do ano. Muita gente tem dúvidas se é preciso algum cuidado especial, basicamente por medo de infecções respiratórias, AVC e até mesmo infarto.

Infelizmente com a queda da temperatura, muitas pessoas acabam interrompendo suas atividades físicas, fragilizando a resistência do seu organismo e servindo como porta de entrada para uma série de doenças típicas da estação.

A verdade é que os benefícios dos exercícios no inverno não são diferentes dos benefícios do verão, como o aumento da disposição, da capacidade cardiorrespiratória e manutenção da força muscular, além da sensação de bem-estar provocada pela liberação de endorfina.

Entretanto algumas pessoas merecem cuidados maiores, como os idosos, pacientes debilitados e com doenças cardiovasculares (pressão alta, angina do peito/infarto do miocárdio, arritmias, acidente vascular cerebral, etc) onde as doenças circulatórias e respiratórias são mais frequentes e perigosas.

Há pelo menos 50 anos, especialistas em todo o mundo observam o aumento da mortalidade por doença cardiovascular durante o inverno. Uma pesquisa publicada em 2009 na revista da Sociedade Paulista de Cardiologia (SOCESP), revelou que quando os termômetros registram temperaturas abaixo de 14 graus, os casos de infarto aumentam em até 30%! Isso acontece por que no inverno o organismo passa por diversas modificações! – ou seja, pela necessidade de manter a temperatura do corpo nos níveis normais, a atividade metabólica e, consequentemente o gasto calórico corporal aumentam, o que faz com que o corpo gaste mais energia mesmo em repouso. Dessa forma os vasos sanguíneos tendem a ficar naturalmente mais contraídos, o que compromete a circulação. Assim, o sangue oxigenado tem dificuldade de chegar ao coração, fazendo com que o músculo cardíaco precise trabalhar mais para cumprir sua função de maneira adequada. Então alguns cuidados e recomendações antes de iniciar atividade física são SIM necessários!

Deixei aqui, algumas dicas para vocês baseadas nos consensos de cardiologia e medicina do esporte:

1 – Para que o organismo não sofra no momento do treino ou atividade física o aquecimento prévio, com movimentos leves facilitam a adaptação do metabolismo no momento do exercício, ele deve ser realizado antes de qualquer atividade, porém, no inverno, ele deve ser feito com maior atenção. Para aqueles que realizam corridas e caminhadas o aquecimento deve iniciar-se de forma leve, e sua intensidade elevada gradativamente. Já os praticantes de exercícios de força, na academia, podem começar com um breve aquecimento na esteira ou bicicleta e a seguir movimentos articulares amplos com pouca ou nenhuma carga.

2 – Os exercícios físicos são saudáveis acima dos 20º C. devendo-se evitar baixas temperaturas e o vento frio. Se você costuma fazer atividades físicas ao ar livre, tente realizá-las em um ambiente fechado quando estiver muito frio. Cardiopatas e hipertensos que caminham ou andam de bicicleta, por exemplo, devem abrir mão das paisagens e optar pela esteira e bicicleta ergométrica.

3 – Mesmo com o clima frio, o ideal é usar roupas leves como calça e casaco de moletom. Abafar o corpo com muita roupa deixa a pessoa sujeita aos mesmos problemas que teria no calor;

4– Hidratação antes, durante e depois é essencial, pois assim como no verão seu corpo também perde líquido através da transpiração;

5 – O clima gelado favorece ainda infecções respiratórias. Para minimizar os problemas, procure realizar a respiração nasal durante a prática esportiva, fazendo com que o ar chegue aquecido aos pulmões.

6 – Idosos e indivíduos com algum tipo de problema cardíaco podem se beneficiar de exercícios dentro de casa, subindo e descendo escadas, por exemplo. Prefira realizar a atividade nas horas mais quentes do dia, como no final da manhã ou início da tarde.

7 – É importante fazer um check-up cardiológico antes de iniciar qualquer atividade física, mas como geralmente não pedimos orientações específicas para épocas frias, vale a pena consultar um médico e garantir sua segurança.

 

Daiana Dambroso (CRM/SC 20.681)

03/08/2018


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais