Promoção dia dos Pais

Móveis práticos e versáteis

13 de dezembro de 2016 07:48 | UNOESC na Comunidade
Móveis práticos e versáteis

 

Diogo Rafael do Nascimento

Etyene Coratto

 

Móvel, segundo o dicionário Aurélio, tem como definição: o “que se pode mover; móbil, movediço”. Lançando-se um olhar sobre a História, percebe-se que, para os povos nômades pré-históricos, tudo precisava ser prático e funcional a fim de que as mudanças ocorressem de forma ágil; depois disso, na Antiguidade e Idade Média, as moradias tornaram-se fixas e o dinamismo, por diversas vezes, foi redescoberto e voltou a ser a mais tradicional característica nas habitações. Hoje, com novos parâmetros e estilos de vida, é possível observar que a cada dia a propulsão de inovações e a flexibilidade ganham evidência nas moradias, das mais amplas às mais compactas.

Acompanhando a volubilidade da nova sociedade de consumo, que emerge da efemeridade do que é ditado pela moda, a mobília precisa acompanhar esse ritmo frenético e metamórfico. Nesta perspectiva, a praticidade e a multifuncionalidade se destacam. Isso é visível na mesa de jantar que, ao ter três tampos encaixáveis removidos, revela uma mesa de bilhar para os momentos de lazer; também se exemplifica no antigo sofá que vira cama quando chega uma visita inesperada; ou na poltrona com nichos onde livros podem ser guardados para a hora de relaxar. As possibilidades são limitadas apenas pela imaginação, já que atualmente a gama de materiais é diversificada, não se prendendo apenas à madeira como em outros tempos.

Ainda deve-se considerar que as habitações deixam de ser horizontais e passam a ser verticais comportando, assim, maior número de pessoas em um mesmo território. Em consequência disso, o melhor aproveitamento dos espaços é outra vantagem que as diferentes funções trazem para ambientes compactos. A escada com gavetas organizadoras ou, ainda, degraus com tampas que abrem são algumas possibilidades de economia de espaço, pois se apresentam como áreas passíveis de múltiplas funcionalidades, como armazenamento e organização de objetos. Nessa óptica, pode-se citar ainda a cozinha com tampos corrediços que servem para as refeições e, quando não estão sendo usados, escondem a pia transformando-se em um basto balcão; mesinhas de centro modulares que se reorganizam em poltronas, tudo conforme o que a pessoa precisa naquele momento.

Em virtude da variabilidade da era moderna, um móvel adaptável e flexível carrega consigo, além de praticidade, economia e dinamismo, uma qualidade de vida que, em meio às mudanças do cotidiano, desperta o interesse dos indivíduos que desejam o bem-estar e o conforto próprio e de sua família.

 

(Os autores são acadêmicos do curso de Arquitetura e Urbanismo da Unoesc Xanxerê. Texto elaborado sob a orientação da Profª Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset).

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais