(49) 9 9827.3230

O homem e a arquitetura de mãos dadas

19 de dezembro de 2016 - 16:09 / UNOESC na Comunidade | Comentários
O homem e a arquitetura de mãos dadas

 

Felipe Cividini

O estudo da arquitetura e urbanismo por muitas vezes não é o mais atrativo para os jovens estudantes, porém, quando se começa a pesquisa-la e a entendê-la, um mundo novo se abre: é muito fácil sair e voltar ao passado por meio da arquitetura, é muito fácil encontrar suas características deixadas pelos povos antigos e perceber a evolução dentro dos períodos, muitas vezes datando do ano 500 a.C até o ano atual 2016.

A arquitetura esteve presente desde quando o homem começou a viver em sociedade. Nos povos primitivos, por mais distante que esteja, já havia arquitetura em suas ocas e pequenas “cabanas”: desenvolveram as técnicas de construção utilizando elementos naturais que encontraram ao seu redor como o barro, pedras, galhos, folhas e, muitas vezes, o couro de animais. Enquanto se evoluía para se tornar o homo sapiens, a arquitetura evoluiu junto, lado a lado. Nota-se que em cada região do mundo, em cada civilização existem traços arquitetônicos diferentes, pois a arquitetura usada no início era apenas para a proteção dos indivíduos e tornou-se,  com o tempo,  algo que demostrava a riqueza de uma pessoa ou até mesmo o poder da sociedade: grandes templos de adoração foram construídos para seus deuses, exigia-se o máximo de delicadeza em suas obras, deixando traços únicos e delicados que desenvolviam-se de um pilar até os seus acabamentos de ouro, e mármore nos interiores da obra.

Mais adiante, a grande concentração de pessoas em um lugar deu início às cidades, assim, encontra-se algo novo para juntar com a arquitetura, surgiu o urbanismo, as cidades encontraram um novo olhar, proporcionando planejamento melhor para as suas moradias. Roma é uma das cidades onde a arquitetura teve seu auge há alguns séculos atrás: um dos grandes exemplos da construção foi o Coliseu, havia uma grande preocupação com o abastecimento de água para a população, foram construídos alguns quilômetros de aquedutos já que a água disponível para a cidade se encontrava próxima às montanhas. Ainda hoje alguns aquedutos milenares de Roma funcionam e abastecem a cidade de água, várias das fontes construídas e esculpidas ainda funcionam, demonstrando o sistema avançado de distribuição de água em tempos em que a construção era muito mais difícil, não por falta de mão de obra, mas sim pela falta de equipamentos, tornando as construções muito demoradas.

O homem sempre sonhou em estar cada vez mais próximo do céu, e a arquitetura junto com a engenharia proporcionou que este sonho se realizasse. As cidades ficaram cada vez maiores, sendo necessária a construção de edifícios, e inicia-se a verticalização das cidades, tornando-as mais modernas e com uma arquitetura marcante. Nos dias atuais em que vivemos, as construções de obras grandes são concluídas cada vez mais rápido: existem diversos equipamentos de construção permitindo desempenho melhor e com menor índice de falhas. Tudo isso deixa as cidades mais modernas, porém, a verticalização já está sendo um problema em grandes metrópoles: muitas vezes prendem a poluição pela fata de ventilação, alguns lugares o sol não toca mais, impossibilitando a vegetação de crescer. Mas, com toda a tecnologia desenvolvida, a arquitetura pode ajudar muito na questão da sustentabilidade: há vários projetos e muitos já em construção que utilizam o reaproveitamento de materiais para a sua estrutura, grandes edifícios são construídos com containers, jardins verticais estão sendo instalados com mais frequência em edifícios, pois com várias plantas ao seu redor, favorece muito a natureza e o bem-estar do morador.

Logo, percebe-se que a arquitetura esteve presente desde o início com o homem e sempre vai estar: ela tem o poder de transformar, tem o poder de demonstrar a cultura de cada indivíduo, traz ao mundo obras que por muitas vezes parecem ser impossíveis de serem construídas, é de grande importância para diversos estudos sobre sociedades antigas que só por meio de suas construções conseguem desvendar os mistérios e seus hábitos antepassados, proporciona a admiração e o talento humano, assim como a realização de sonhos.

 

Referências

 

<http://pointdaarte.webnode.com.br/news/a-historia-da-arquitetura/ >

 

(O autor é acadêmico do curso de Arquitetura e Urbanismo da Unoesc Xanxerê. Texto elaborado sob a orientação da Profª Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset).

 

Por: UNOESC na Comunidade

Deixe seu comentário