(49) 9 9989.9002
(49) 3433.3173

Adolescente haitiano é vítima de injúria racial

19 de abril de 2018 - 15:22 / Comunidade região | Comentários
Adolescente haitiano é vítima de injúria racial

Um boletim de ocorrência de injúria racial foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Xaxim. Segundo informações do Portal DX, o jovem imigrante haitiano de 16 anos foi vítima de racismo na tarde da última segunda-feira (16) enquanto trabalhava como pintor no município de Cordilheira Alta.

Zuleide Gasparini, tutora do adolescente, relatou como o caso aconteceu. “Quando me contaram fiquei muito chateada. Ele estava trabalhando como pintor em uma residência em Cordilheira Alta quando por volta das 16h30 a proprietária da casa chegou reclamando do serviço e proferindo injúrias raciais. ‘O que esse preto está fazendo aqui!? Sumam daqui agora, na minha casa eu não quero preto’. Logo após, a proprietária da residência teria pegado uma vassoura e passado na parede falado: ‘Olha como se faz, seu negro’, arremessando a vassoura nos pés do imigrante”, disse.

Zuleide destaca que não é a primeira vez que o adolescente é vítima de racismo. “Ele já me contou outras vezes que foi discriminado por colegas de escola. É óbvio que é algo que me incomoda e que é considerado crime, porém sempre falo pra ele tentar não ‘dar bola’, mas sei que é complicado. Ele sabe o quão especial ele é, um menino trabalhador e dedicado e adolescentes as vezes não tem noção do que estão falando. Porém eu não consigo admitir que uma mulher adulta, como foi esse caso acontecido em Cordilheira Alta tenha esse tipo de preconceito contra um adolescente que estava trabalhando, prestando serviço na casa dela. Minha vontade é que ela fosse presa, porque injúria racial no Brasil é crime. Mas sei que isso dificilmente vai ocorrer”, conclui.

Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário