Agricultores somam prejuízos de até R$ 17 mil após as paralisações

1 de junho de 2018 10:42 | Agricultura , Animais , Comunidade , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Agricultores somam prejuízos de até R$ 17 mil após as paralisações Os mais lesados foram os produtores de leite, já que muitos tiveram que jogar o produto fora. (Foto: Divulgação)

Animais com a alimentação racionada e a queda na produtividade foram alguns dos reflexos no campo das paralisações que duraram dez dias em todo o país. Esses reflexos já começam a ser sentidos por muitos produtores de Xanxerê e além de imediato os prejuízos também serão a longo prazo.

O diretor de agricultura do município, Edson Zape (Timão), explica que os mais lesados foram os produtores de leite, já que muitos tiveram que jogar o produto fora.

“Os prejuízos serão a longo prazo, porque a produção rural perdeu muito com isso, e quem mais ficou lesado foram os produtores de leite, justamente por estarem competindo com o custo de produzir. Além dessa questão nós vemos que é um dinheiro que se perdeu e que vai deixar de estar no comércio. Então a preocupação vai ser grande”, frisa.

Glauciele Burgel Pagnussatt reside no interior de Xanxerê e trabalha com a produção de leite. A mesma salienta que somente com o produto o prejuízo já chega a R$17 mil.

“A parte de leite foi em torno de R$ 17 mil e de suínos não é possível calcular. Como fizemos racionamento da ração a taxa de conversão será menor, mas só vai ser possível fazer o cálculo quando o lote for entregue”.

Uma das alternativas utilizadas pela produtora foi o racionamento de ração. Mesmo que a situação seja normalizada após o fim das paralisações, haverá uma queda na produção.

“Diminuímos a ração, afinal a gente tinha medo que ela acabasse então racionamos e normalizamos ontem, mas a resposta do animal não é imediata, mesmo usando ração de alta energia houve uma queda na produção”, conclui.


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais