APAE de Xanxerê realiza atividade alusiva a prevenção de deficiências

1 de agosto de 2018 11:38 | Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
APAE de Xanxerê realiza atividade alusiva a prevenção de deficiências Foto: divulgação

Agosto é considerado o Mês Laranja: mês de prevenção a deficiências. Em Xanxerê, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais- APAE, programa para esta quarta-feira (1º) uma ação na Praça Tiradentes, entre às 14h e 15h.

No local, a equipe da APAE estará repassando informações sobre a prevenção e dados gerais à comunidade. Lilian Cristina Mazutti, fisioterapeuta da APAE, explica que, por exemplo, 70% das deficiências poderiam ser evitadas se houvesse maior cuidado, orientação e prevenção.

“Dados da organização Mundial da Saúde (OMS), apontam que um bilhão de pessoas vivem com deficiências, sendo uma a cada sete pessoas no mundo. Ainda a OMS traz que 70% das deficiências poderiam ter sido evitadas. Essa informação mostra a importância da prevenção e de que é necessário transmitir esse conhecimento a todos”.

Com a evolução do conhecimento científico, o esperado seria que a taxa de incidência de deficiências fosse gradativamente diminuindo, o que acredita-se que não vem ocorrendo, contando pelo número de bebês com deficiências (que poderiam ter sido evitadas) encaminhados à instituição.

“Com base nestes dados, queremos proporcionar a comunidade informações visando o conhecimento de métodos preventivos”.

Objetivo do Programa de Prevenção é prevenir deficiências por meio da conscientização, com palestras, participação nos conselhos de direito, seminário, parcerias e fóruns. “A prevenção representa para a comunidade além da qualidade de vida uma considerável diminuição dos elevados gastos destinados ao tratamento e reabilitação da pessoa com deficiência”.

A Apae de Xanxerê atende cerca de 180 alunos de Xanxerê, Xavantina e Bom Jesus. Oferece serviço pedagógico específico, atendimento especializado educacional, transtorno do espectro autista e a estimulação essencial.

 

 

 

 

 

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais