(49) 9 9989.9002

Após dois furtos em 40 dias funcionários de concessionária reclamam da falta de punição

6 de abril de 2018 - 11:05 / Comunidade Xanxerê | Comentários
Após dois furtos em 40 dias funcionários de concessionária reclamam da falta de punição (Foto: Divulgação)

O corpo de funcionários de uma revendedora de veículos de Xanxerê está indignado com uma situação que já se tornou corriqueira. Desde a inauguração da De Marco Renault em Xanxerê, em novembro de 2015 a empresa já foi alvo de assaltantes pode diversas vezes. Ao todo, foram seis televisores roubados e alguns rádios.

Conforme o gerente comercial da concessionária, Jorge Hack, só nos últimos 40 dias a empresa foi furtada duas vezes e os assaltantes levaram dois televisores e dois aparelhos de rádio. Segundo ele, a última televisão havia sido instalada na terça-feira (3) e na madrugada dessa sexta-feira (6) foi furtada.

“Nós temos uma empresa responsável pela vigilância do local. Quando o alarme dispara eles vem até aqui e também acionam a Polícia, mas até hoje ninguém foi punido por isso. Eles fazem o parecer, é registrado o Boletim de Ocorrência, acionamos o seguro, eles reparam os danos e fica por isso mesmo. Essa é a nossa maior indignação, a falta de punição”, comenta.

Além dos prejuízos materiais e todo o transtorno causado pela ação dos criminosos, há também uma sensação de insegurança e impotência por parte dos funcionários do local.

“Os valores materiais é o de menos perto do que estamos passando, o prejuízo maior é moral. Nós enquanto cidadãos, empresa, não sabemos mais o que fazer, estamos reféns da situação, já ficamos esperando, não sabemos mais quando vai ser. As vezes podemos ficar trabalhando até mais tarde e acabar nos deparando com um bandido aqui dentro. Essa situação gera insegurança. Sabemos que amanhã ou depois vai acontecer e ninguém é punido, essa é a indignação”, declara.

O pedido é para que a Polícia faça mais rondas preventivas nos arredores do local e que os responsáveis comecem a ser punidos.

Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário