(49) 9 9827.3230

Após um ano de instalação, xanxerenses não se adaptaram ao uso do parquímetro

29 de junho de 2016 - 09:50 / Comunidade Trânsito | Comentários
Após um ano de instalação, xanxerenses não se adaptaram ao uso do parquímetro Os xanxerenses pouco utilizam os parquímetros (Foto: Alessandra Bagattini)

 

Em agosto completa um ano da instalação e funcionamento dos parquímetros em Xanxerê. No entanto, o que deveria ser utilizado pelos motoristas para facilitar o processo de pagamento pelo estacionamento rotativo, não está sendo usado. A empresa que administra o estacionamento, a Park Express comenta que hoje os parquímetros praticamente não são utilizados.

“Quase um ano que foi instalado e o pessoal não se adaptou ainda ao uso do parquímetro. A gente está incentivando, dá todo o treinamento as monitoras até mesmo para que elas incentivem o motorista a utilizá-lo. Por que o parquímetro traz sim mais benefícios aos motoristas e usuários, primeiro porque se a monitora não está no trecho em que o motorista estacionou é muito mais fácil ir até o parquímetro e outro ponto é que o condutor acaba pagando somente pelos minutos utilizados de fato, diferente do que acontece com os cartões, que se você riscar no de 30 minutos, mas utiliza apenas 20 minutos, os 10 restante acaba se perdendo, por exemplo”, explica Diogo Augusto da Cunha, supervisor da empresa.

 

Incentivo ao uso do parquímetro

Hoje o município conta com apenas quatro parquímetros instalados no centro de Xanxerê e, para que mais equipamentos sejam instalados é necessário que a população passe a utilizá-los. Para isso a empresa deve iniciar nas próximas semanas uma nova tática para incentivar o uso dos parquímetros.

“Iremos deixar um funcionário ao lado dos parquímetros para incentivar o uso. As vezes as pessoas ficam assustadas por ser um equipamento alto, grande, as pessoas acabam se assustando. Mas, com um monitor ao lado do parquímetro acreditamos que isso comece a mudar”, diz.

Orientação para o uso do cartão antigo

Diogo comenta ainda que muitas pessoas, após serem notificadas, comentam que haviam colocado o cartão no para-brisa do veículo, porém o cartão sumiu. Com isso a orientação é para que as pessoas deixem o cartão do lado de dentro do veículo:  “ a orientação é deixar o cartão do lado de dentro do veículo, algumas pessoas que vagam pelas ruas tiram o cartão do veículo, algumas inclusive tiram para vender para outros motoristas”.

 

Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário