Com cerca de 30 integrantes, Banda do Bucha representa o município há mais de 14 anos

26 de julho de 2018 16:07 | Comunidade , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Com cerca de 30 integrantes, Banda do Bucha representa o município há mais de 14 anos (Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação)

A Banda do Bucha já é bem conhecida em Xanxerê e região. Idealizada pelo maestro, Sidney Debastiani, o Bucha, a banda já carrega esse nome há cerca de 14 anos, mas sua trajetória nesse meio é mais longa.

Bucha comenta que desde o tempo de escola, sempre foi envolvido com bandas e aprendeu a tocar diversos instrumentos. Mas, Bucha sempre teve o sonho de montar sua própria banda, que foi idealizado no ano de 1982.

“Sou apaixonado pelos instrumentos de sopro, que são os metais, mas não consigo largar a percussão e esse sonho de montar minha própria banda sempre esteve comigo, desde que eu tocava. Quando montei minha banda, fui arrecadando as coisas e juntando pessoas aos poucos e ela já passou por vários nomes”, comenta.

Os instrumentos Bucha comprava conforme podia, alguns ganhou de presente, até conseguir arrecadar 50 instrumentos. Hoje, com o passar do tempo, o maestro conseguiu arrecadar mais instrumentos.

“O nome Banda do Bucha surgiu pelo fato de representarmos um município, mas na época dificilmente recebíamos apoio da administração. Os próprios integrantes da banda apareceram na minha casa com uma camiseta, desenharam uma caixa de guerra, que é o símbolo da banda, e disseram que a partir daquele dia queriam que a banda tivesse o nome Banda do Bucha”, destaca.

Hoje a banda conta com cerca de 30 integrantes, de todas as idades e coleciona troféus por onde passa. No final do próximo mês os integrantes embarcam para o Rio Grande do sul, onde participam de uma competição e buscam as primeiras colocações.

Bucha destaca que sempre há lugar para um novo integrante. Caso alguém se interessar, pode entrar em contato com o maestro. A banda realiza ensaios todos os domingos, a partir das 16 horas, no ginásio do Colégio Costa e Silva.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais