(49) 9 9827.3230

Consumo de peixe aumenta durante a quaresma; saiba como comprar um produto de qualidade

22 de março de 2017 - 14:27 / Comunidade Xanxerê | Comentários
Consumo de peixe aumenta durante a quaresma; saiba como comprar um produto de qualidade Fotos: Patrícia Silva/Lance Notícias

Por estar na quaresma, quarenta dias que antecedem a páscoa, os cristãos dedicam esse período a penitências, entre elas, o não consumo de carne vermelha. Com isso, a procura por carne de peixe aumenta consideravelmente.

Conforme o supermercadista, Rafael Marció, a procura por parte dos comerciantes já é grande, principalmente por peixes como sardinha e tilápia. Mas, a variedade hoje nos supermercados é grande, alternando sabores e preços.

A Agência Nacional da Vigilância Sanitária (Anvisa) ensina o consumidor a ter atenção na escolha do pescado para garantir a qualidade do produto que vai à mesa. É preciso lembrar de ter muito cuidado na hora de comprar esses alimentos frescos. O peixe, por exemplo, pode ser comercializado em locais que não oferecem higiene adequada, além de não possuírem registro sanitário, o que pede atenção.
Locais de Venda
– Verifique limpeza e organização do estabelecimento;
– Os produtos devem estar expostos sempre em cima das prateleiras e, quando refrigerados, mantidos na temperatura indicada pelo fabricante;
– Verifique as condições da embalagem;
– Observe no rótulo o nome do fabricante, endereço e data de validade;
– Opte pelo peixe que oferece maior durabilidade;
– Adquira os alimentos congelados somente no final das compras.

Peixe Fresco
– Verifique se está livre de contaminantes físicos como areia, pedaços de metais, plásticos ou poeira; químicos, como combustíveis, sabão e detergentes; e biológicos, como bactérias, vírus e moscas;
– A aparência deve estar livre de manchas, furos ou cortes na superfície;
– As escamas precisam estar bem firmes, resistentes, translúcidas e brilhantes;
– A pele deve ser úmida, firme e bem aderida;
– Os olhos devem ocupar toda a cavidade, ser brilhantes, salientes e sem a presença de pontos brancos no centro;
– A membrana que reveste a guelra deve estar rígida e oferecer resistência à sua abertura. A face interna deve estar brilhante e os vasos sanguíneos, cheios e fixos;
– As brânquias devem ser da cor rosa ao vermelho intenso, úmidas, brilhantes e sem presença de muco;
– O abdômen deve estar fortemente aderido aos ossos e com elasticidade marcante; Odor, sabor e cor: característicos da espécie que se trata.
– O produto deve estar mantido sob refrigeração ou sobre uma espessa camada de gelo.

Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário