(49) 9 9827.3230

Diretor geral do DNIT vai visitar rodovias do oeste catarinense

6 de junho de 2017 - 12:47 / Comunidade Trânsito Xanxerê | Comentários
Diretor geral do DNIT vai visitar rodovias do oeste catarinense (Foto: Patrícia Silva/Lance Notícias)

 

Atendendo a um convite do deputado federal Celso Maldaner (PMDB/SC), o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Valter Casemiro Silveira virá ao oeste de Santa Catarina no próximo dia 19 de junho para percorrer as rodovias da região.

Maldaner explica que a vinda do diretor é muito válida e importante, visto que as rodovias estão em situação dramática, aguardando recuperação há muitos anos, além das temporadas de chuvas que agravam ainda mais a situação.

“Vamos percorrer as rodovias BR 282 trecho de Chapecó à São Miguel do Oeste passando pela 158 e 163 no extremo oeste, destacar os pontos críticos e ver se a gente encontra uma solução para apressar as obras que já estão projetadas com recursos empenhados para acontecer”, destacou. A agenda inclui conversa com as Associações de municípios – AMOSC, AMEOSC e AMERIOS, bem como as entidades representativas – associações comerciais, industriais e lojistas.

Entenda o processo em tramitação da restauração da BR 282: 

O primeiro lote, que compreende os trechos entre Chapecó e Ponte Serrada e prevê a restauração do pavimento, implantação de interseções e implantação de terceira faixa já foi licitado e tevê o contrato assinado com a empresa vencedora, a Neovias-PR no início de maio. O valor da obra é de R$ 76 milhões para o trecho de 75 quilômetros. Os recursos são de emendas parlamentares da bancada catarinense com previsão de 13 quilômetros de terceira faixa.

Segundo Lote: 

No segundo lote está à contratação de serviços de elaboração dos projetos básico e executivo das rodovias BR-282 e 158 – trecho de Chapecó a São Miguel do Oeste, com inclusão das travessias de Nova Erechim, Pinhalzinho e Maravilha. “Infelizmente o segundo lote teve empresas desclassificadas e processos judiciais que vem alongando o prazo e prejudicando muito a nossa região”, explicou o deputado. (Assessoria de imprensa)

Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário