(49) 9 9827.3230

Dirigente Sindical dos Correios de Xanxerê irá aderir à greve do dia 30

26 de junho de 2017 - 09:44 / Comunidade Xanxerê | Comentários
Dirigente Sindical dos Correios de Xanxerê irá aderir à greve do dia 30 Imagem Ilustrativa. (Foto: Patrícia Silva/Lance Notícias)

O Dirigente Sindical dos Correios de Xanxerê deve participar da Greve Geral que vai ocorrer na sexta-feira (30), em Chapecó.  As mobilizações ocorrem principalmente contra as reformas trabalhistas e da previdência.

De acordo com Rogério Possamai, dirigente do Sindicato dos Trabalhadores na Empresa de Correios e Telégrafos e Similares (Sintect) de Xanxerê, um pedido formalizando a adesão à greve vai ser entregue no decorrer desta semana.

“Nossa entidade sindical irá aderir a paralização do dia 30. A princípio ainda vamos ver a adesão de Xanxerê, mas os dirigentes sindicais vão aderir. Vamos ter uma reunião ainda nessa semana, onde vamos formalizar o pedido para repassar as informações junto a agência, é um pedido formal, vamos ver o nível de adesão”.

A categoria se manifestou no site do sindicato. Confira a publicação:

O governo Temer se encontra em grave crise política e sofreu uma derrota na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) no Senado, com a rejeição do relatório da Reforma Trabalhista.

No dia 21/6, representantes das Centrais Sindicais (da UGT, CSB, Força Sindical e da Nova Central Sindical) se reuniram com o governo para discutir a Reforma Trabalhista. Parte das Centrais ameaça recuar da Greve Geral do dia 30.

A CSP-Conlutas não participa desta farsa! É preciso derrotar esta Reforma Trabalhista que acaba com os direitos dos trabalhadores. Não podemos compactuar com os que acham que essa reforma pode ser melhorada através de negociações.

Com a votação da terceirização o governo prometeu vetos para o projeto a ser aprovado na Câmara Federal mas o projeto passou, foi sancionado por Temer e o que temos hoje é a terceirização que precariza os direitos dos trabalhadores.

A CSP-Conlutas defende a rejeição total destas Reformas e a realização da Greve Geral no dia 30 de junho”.

Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário