Estudos referentes a instalação da praça de pedágio em Xanxerê estão sendo reformulados

8 de agosto de 2018 09:02 | Comunidade , Trânsito , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Estudos referentes a instalação da praça de pedágio em Xanxerê estão sendo reformulados

O processo que visa a implantação da praça de pedágio em Xanxerê segue em estudo. A representação que foi formulada juntamente com o Ministério Público Federal, em Chapecó (SC), para apurar eventuais irregularidades no processo de concessão da rodovia federal BR-282, foi realizada ainda em dezembro de 2015.

Esse processo prevê a privatização da rodovia em um prazo de 30 anos. Estão inclusas a concessão do trecho da BR-153, que atravessa o Oeste de Santa Catarina, na altura das cidades de Porto União, Irani e Concórdia, incluindo a BR-282, do Trevo do Irani até a entrada de Chapecó, passando por Xanxerê.

Em contato com a coordenadora e especialista em regulação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Bruna Pinheiro de Melo, ela informa que o projeto de rodovia que passa pela cidade de Xanxerê era o da Rodovia do Frango, BR- 476/153/282/480/PR/SC, entre Lapa (PR) até Chapecó (SC). Os estudos referentes à outorga destes trechos estão sendo reformulados, conforme decisão do TCU 1090/2017.

Ainda segundo a coordenadora, é importante salientar que os projetos prioritários para o Governo Federal devem ser qualificados por resolução do Conselho do Programa de Parcerias em Investimentos (PPI) da presidência.

Em 2016, atendendo uma solicitação do Ministério Público Federal, a Polícia Rodoviária Federal realizou levantamento que apontou um fluxo de veículos bem superior ao que foi utilizado pela ANTT nos estudos que definiram o valor das tarifas dos pedágios. Também verificou-se que as diversas demandas apresentadas pelos órgãos públicos e entidades da sociedade civil que compareceram à audiência pública realizada em Chapecó.


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais