(49) 9 9827.3230

Governo anuncia contratação de 1.084 novos policiais militares

20 de fevereiro de 2017 - 13:30 / Comunidade Polícia | Comentários
Governo anuncia contratação de 1.084 novos policiais militares Foto: James Tavares/Secom

A Polícia Militar de Santa Catarina vai ganhar um reforço histórico de efetivo. O governador Raimundo Colombo e o vice Eduardo Pinho Moreira assinaram na manhã desta segunda-feira, 20, em Florianópolis, a chamada de 1.084 novos policiais militares aprovados no último concurso público. Trata-se da maior convocação da história da PM. No ato, o governador anunciou ainda que no segundo semestre deste ano também serão chamados novos policiais civis e técnicos do IGP e realizado um novo concurso para o Corpo de Bombeiros.

“Este é um gesto, primeiramente, de reconhecimento pelo valoroso trabalho da polícia militar em todo o Estado e de compromisso com a proteção da sociedade catarinense. É também uma superação do nosso governo, pois vivemos um momento difícil, com receita limitada, mas sabemos que a questão da segurança pública é o grande desafio nacional e uma prioridade de Santa Catarina. Essa é uma medida ousada, mas que se não fosse tomada agora, teria um custo muito maior no futuro”, destacou Colombo.

“O governo tem que escolher suas prioridades. E o ato de hoje comprova que a promoção da segurança pública é com certeza uma das grandes prioridades do atual governo de Santa Catarina”, acrescentou o vice Pinho Moreira, ao mesmo tempo em que ressaltou a qualidade do trabalho da corporação catarinense.

Os novos policiais militares são os excedentes do último concurso da categoria realizado em SC, pelo qual já foram chamados 711 aprovados. Com a chamada agora de mais 1.084 policiais militares (987 homens e 97 mulheres), todos os aprovados foram convocados. Todos terão um prazo de 75 dias para se prepararem e o curso de formação terá início no dia 2 de maio, em diferentes unidades de Santa Catarina. A formatura está prevista para a primeira quinzena de dezembro, quando os novos policiais serão incorporados aos batalhões.

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Paulo Henrique Hemm, explicou que os novos profissionais serão distribuídos de acordo com critérios técnicos, como aumento populacional de cada cidade, número de ocorrências locais e demandas reprimidas.

O salário inicial do policial militar em Santa Catarina é de R$ 4.850. O secretário da Fazenda, Antonio Gavazzoni, explicou que as novas contratações vão representar um impacto de R$ 5,2 milhões por mês na folha de pagamento, um total de R$ 70 milhões por ano, considerando 13º salário e férias. E destacou o planejamento realizado para manter o equilíbrio do Estado: “A gente enxuga custeio, trabalha ainda mais no combate a sonegação e produz a capacidade do Estado para fazer frente às despesas que hoje estamos assumindo. Tudo foi devidamente previsto e planejado”. Todos os novos contratados estão na nova legislação previdenciária catarinense.

O secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba, lembrou que, com a nova chamada, metade do efetivo da Polícia Militar foi convocada no atual governo, o que representa uma expressiva renovação. Desde 2011, já haviam sido convocados 4.019 policiais militares. Com a nova chamada, o número sobe para 5.103 profissionais novos convocados desde 2011. E o efetivo total da PM passa de 11 mil. “E além do reforço de efetivo, estamos investimento fortemente também em tecnologia para dar o suporte necessário aos profissionais”, ressaltou Grubba.

Em toda a área da segurança pública, também considerando os novos policiais militares anunciados agora, a renovação é de mais de 7,8 mil profissionais desde 2011.

Acompanharam o ato desta segunda, entre outras autoridades, os secretários de Estado da Administração, Milton Martini; da Casa Civil, Nelson Serpa; e da Comunicação, João Debiasi. (ASCOM)

Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário