Homem foragido da polícia utilizava identidade falsa em Abelardo Luz

9 de agosto de 2018 07:38 | Polícia Compartilhar no Whatsapp
Homem foragido da polícia utilizava identidade falsa em Abelardo Luz (Foto: Alessandra Bagattini/Lance Notícias)

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia Civil da Comarca da Fronteira de Abelardo Luz (DPCO-FRON), prendeu nessa terça-feira (07), um homem que possuía quatro mandados de prisão em aberto expedidos no Rio Grande do Sul.

O indivíduo, de 39 anos, estava usando nome falso no município de Abelardo Luz e comentando que era foragido da Polícia por ter assassinado sua esposa no Rio Grande do Sul. A equipe de investigação da Polícia Civil de Abelardo Luz, coordenadas pelo Delegado Evandro Luiz Oliveira de Abreu, entrou em contato com a Polícia Civil de Cruz Alta/RS, local onde o mesmo alegou ter nascido. A Polícia teve acesso aos dados e constatou que os mesmos não coincidiram.

Na tarde dessa terça-feira (07), o homem foi visto em um posto de combustível de Abelardo Luz, e ao constatar a presença da Polícia saiu do local. Ao ser abordado e questionado sobre o nome de sua mãe, ele relatou um nome diferente do que constava no Registro Geral (RG) e a sua esposa, que estava junto no momento, o chamou por outro nome.

Diante dos fatos, o indivíduo foi conduzido à Delegacia para averiguações. Em consulta ao sistema se teve acesso ao prontuário que apontou que a identidade que o homem utilizava, era de outro masculino que havia perdido a mesma ainda em 2017. O RG estava bastante danificado e com visíveis sinais de corte na fotografia. Por fim, o masculino se identificou como W.D.S., sendo que é foragido do Rio Grande do Sul com quatro mandados de prisão em aberto.

Após os procedimentos realizados, o homem foi encaminhado ao Presídio Regional de Xanxerê, onde permanece à disposição da Justiça.

A Polícia Civil continuará realizando sua atribuição constitucional, combatendo e investigando a criminalidade em prol de toda a comunidade de Xanxerê e região.

 

Colabore com a Polícia Civil, Disque Denúncia pelo WhatsApp (49) 9 9961.1570, sigilo absoluto.


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais