(49) 9 9989.9002
(49) 3433.3173

Idosa cega busca ajuda da comunidade para realizar tratamento médico

26 de outubro de 2017 - 09:47 / Comunidade Lance Notícias Saúde Variedades Xanxerê | Comentários
Idosa cega busca ajuda da comunidade para realizar tratamento médico Fotos: Rafaela Forchesatto/Lance Notícias

Luiza Giacomelli Primam de 86 anos, encara a vida de uma forma diferente. A xanxerense que é cega, reside no Bairro La Salle em Xanxerê, onde paga aluguel. Junto com Luiza, mora a sua neta, que é responsável por ajuda-la em seus afazeres.

Na última semana, Luiza descobriu que está com trombose em uma artéria e necessita realizar uma cirurgia com urgência.

“Eu fui várias vezes no posto e no hospital consultar e só faziam exame de sangue e me davam soro e nunca descobriam o que eu tinha. Eu chorava de dor e só me davam soro. Para eu poder fazer esse exame que mostrou o que realmente tenho, eu precisei pagar R$ 1.200,00 e estou pagando parcelado, porque não tenho condições. Para mostrar para o médico, eu não consegui consulta pelo SUS, então precisei pagar quase R$ 500,00 em Chapecó”.

Ainda segundo Luiza, os gastos com farmácia, também são semanais. “Todas as vezes que eu ia no hospital ou no posto, saia de lá com receitas para comprar remédio. Eu devo mais de R$ 1 mil na farmácia e estou pagando em média R$ 200,00 por mês, porque me conhecem e sabem que não tenho condições de pagar. Eu sou viúva, mas só recebo a minha aposentadoria, que é um salário”.

De acordo com a xanxerense, os papeis já estão no agendamento, porém, não há vaga no Hospital para que a mesma seja internada.

“Quando fui mostrar o exame o médico me contou que estou com trombose em uma artéria e preciso fazer uma cirurgia de ponto safena urgentemente, e estou desde semana passada tentando ser internada para a cirurgia mas não consigo vaga. Agora dizem que não tem vaga no Hospital, mas vamos de novo atrás disso”.

Ajuda

Luiza comenta que a ajuda que necessita é financeira, para que assim ela consiga pagar as despesas com exames e medicamentos, já que não sabe quando será chamada para realizar a cirurgia.

“E eu preciso de ajuda para fazer a cirurgia, nas duas pernas, porque se não fizer essa cirurgia não vou melhorar e se eu não melhorar, só Deus sabe”.

Luiza, não sabe informar o valor da cirurgia, mas a família está buscando os benefícios pelo SUS. “Ontem (25) fui novamente no Hospital e me falaram que preciso fazer outro exame. Mas não sabemos quando que vão me chamar. É um exame de arteriografia”.

Você que deseja estar ajudando Luiza, pode estar entrando em contato pelo telefone: 49 9 9951-1884 ou realizar depósito bancário:

Agência: 0701

Conta Poupança: 013 00061595-4

“Qualquer valor em dinheiro, para poder pagar alguns exames e medicamentos será bem vindo”, conclui.

Contraponto

Em contato com a Diretora da Secretaria de Saúde de Xanxerê, Cleci Zanin, a mesma comenta sobre o caso.

“Ontem o hospital ligou referente a esse caso e a médica que atende na emergência, também relatou o caso. É uma senhora que não necessita de internação, é uma paciente que precisa fazer um exame e para esse exame já está preenchida toda a papelada e está dentro do sistema de regularização, para que o Estado libere com o asterisco de urgência. O que cabe a Secretaria de Saúde, que é o agendamento já foi lançado dentro do sistema para a liberação. O exame é uma questão que, estando dentro do sistema e o Estado vendo que é com urgência ele não demora para liberar”, disse.

Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário