IFSC desenvolve projeto Medindo a Temperatura da Superfície do Sol

10 de agosto de 2018 09:10 | Educação , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
IFSC desenvolve projeto Medindo a Temperatura da Superfície do Sol Foto: divulgação

Os professores de Física do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), campus Xanxerê, participaram da Semana Pedagógica da Escola de Educação Básica Romildo Czepanhik. Na ocasião, atendendo ao convite da equipe gestora da referida escola, apresentaram os resultados do projeto de extensão Medindo a Temperatura da Superfície do Sol.

Este projeto consistiu na realização de uma atividade prática e experimental cujo objetivo era estimar a temperatura do Sol, a partir do uso de materiais de baixo custo e de fácil acesso.

Segundo o coordenador do projeto, professor Renato da Silva Rosa Rodrigues, “as atividades experimentais auxiliam os estudantes na compreensão de conceitos e fenômenos, além de promoverem momentos de interação e reflexão. Nesse sentido, projetos de experimentos com uso exclusivo de materiais de fácil acesso e baixo custo potencializam o trabalho dos professores de física, que muitas vezes não dispõem de laboratórios e/ou equipamentos sofisticados”.

De acordo com o coordenador, a mesma atividade experimental foi realizada com todos os estudantes do Ensino Médio, todavia, o foco da atividade foi adaptado aos objetivos de aprendizagem de cada série. Na 1ª série, como uma atividade ilustrativa da natureza da ciência, uma vez que tais estudantes estão dando os seus primeiros passos no estudo da Física e precisam vivenciar e refletir sobre a natureza do “fazer ciência”. Na 2ª série, com a finalidade de proporcionar uma discussão conceitual mais apurada dos conceitos de calor, temperatura e energia interna. E, na 3ª série, com enfoque na introdução da física moderna, em particular, no problema da radiação de corpo negro, que culminou no nascimento da física quântica. “Esse tríplice enfoque constitui-se num importante recurso metodológico para o professor da rede pública de ensino, pois otimiza a gestão do tempo e dos recursos necessários para a realização da atividade e amplia o número de estudantes envolvidos na mesma”, afirma o professor Jairo Gonçalves Carlos, coordenador adjunto do projeto.

A execução do projeto também contou com a participação de cinco bolsistas voluntários, estudantes do Curso Técnico Integrado em Mecânica do IFSC, que atuaram como monitores da atividade experimental, auxiliando os estudantes da E. E. B. Romildo Czepanhik na execução do experimento e na resolução dos cálculos matemáticos necessários para a obtenção da temperatura da superfície do Sol. Ao todo, participaram das atividades 142 estudantes. Os resultados do projeto também foram compartilhados com a comunidade escolar durante a Mostra Científica e Cultural realizada em Julho de 2018. A expectativa dos coordenadores e da professora de Física da escola e colaboradora do projeto, Gabriella Lucia Ribeiro dos Santos da Cruz, é a de que outras ações sejam desenvolvidas para a consolidação dessa parceria que tem grande potencial para ampliar o interesse dos jovens pela ciência.


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais