(49) 9 9827.3230

IFSC Xanxerê distribui mudas de árvores para à comunidade

10 de junho de 2017 - 13:02 / Comunidade Educação Xanxerê | Comentários
IFSC Xanxerê distribui mudas de árvores para à comunidade Fotos: Divulgação

Em comemoração à Semana Nacional do Meio Ambiente, a Comissão Local do IFSC Sustentável do Câmpus Xanxerê desenvolveu uma distribuição de mudas de árvores nativas, na última sexta-feira (02), no centro de Xanxerê.

A ação foi desenvolvida para comemorar o Dia Mundial do Meio Ambiente, que neste ano tinha como tema, definido pela Organização das Nações Unidas (ONU), “Conectando pessoas à natureza”.

Tanto servidores como alunos dos cursos técnicos integrados em Alimentos e Informática participaram da ação. “A comissão buscava uma maneira de unir alunos e servidores em uma ação em prol do meio ambiente. É necessário estimular estes pensamentos de cuidado e preservação nos alunos, para assim contribuirmos com uma conscientização no seu processo de formação”, acredita a coordenadora da comissão local do IFSC Sustentável, Alessandra da Silva Cunico.

Foram doadas à comunidade mudas de Cerejeira, Ingazeiro, Ipê Roxo, Sete Capotes e Uvaia. “A comunidade é muito receptiva, entende a importância deste gesto para com o meio ambiente e percebe-se o cuidado que demonstram com as mudinhas. A distribuição teve uma grande aceitação”, avaliou Alessandra.

Ainda como ação da Semana Nacional do Meio Ambiente alguns representantes da Comissão do IFSC Sustentável, em parceria com a servidora Danieli Arsego Oro, formada na área Ambiental, ministraram para os alunos dos cursos Integrados uma fala alusiva ao Dia Mundial do Meio Ambiente.

Ainda foram utilizados banners ilustrativos e explicativos com dicas de sustentabilidade, que foram expostos no câmpus em seguida.

“Reconhecemos a importância desta comissão para que novas adequações no câmpus sejam pensadas e principalmente que estas questões ambientais sejam debatidas com os estudantes e com a comunidade externa, para prover mudanças no modo de utilização dos recursos naturais”, finaliza Alessandra.

 

Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário