(49) 9 9827.3230

Jovem de Xanxerê comenta os desafios de estar ingressando no Exército Brasileiro

2 de outubro de 2017 - 11:40 / Comunidade Lance Notícias Variedades Xanxerê | Comentários
Jovem de Xanxerê comenta os desafios de estar ingressando no Exército Brasileiro Fotos: Arquivos Pessoais

O xanxerense Ismael Bicigo Berlanda, de 21 anos, é aluno do Curso de Formação de Sargentos do Exército Brasileiro. Hoje ele reside na cidade de Três Corações, em Minas Gerais, e optou em entrar no Exército, inspirado em seu pai. O mesmo comenta que pretende seguir o caminho que seu pai seguiu por sete anos.

“A minha principal motivação veio de casa, meu pai com 18 anos serviu ao exército brasileiro e chegou à graduação de 3º Sargento, a maior patente que pode ser atingida através do serviço obrigatório. Com isso eu fui percebendo que se tratava de uma profissão e não de um simples trabalho, até que um dia por ironia do destino passei no concurso público para Sargento do Exército Brasileiro e vou seguir o que o meu pai seguiu por sete anos”, comenta.

Segundo o jovem, o maior desafio de sua escolha, foi sair de casa pela primeira vez.

“O primeiro e maior desafio ao sair de casa pela primeira vez é a abnegação, deixar tudo e todos e ir rumo ao desconhecido. Depois de acostumar na rotina vem a saudade, aperto por estar longe dos seus entes queridos, passa a sentir falta da rotina, dos amigos, trabalho, faculdade”.

Após esses desafios, Ismael destaca que as dificuldades passam a ser mais pesadas e envolvem o cansaço físico e mental.

“A partir do momento que você consegue lidar com essa dificuldade e se adaptar à nova vida, as dificuldades passam a ser outras, como por exemplo, rotina pesada, cansaço físico e mental, pressão psicológica, desenvolvimento de atributos da área afetiva, atualmente essa é a dificuldade que encontro dentro do meu período de formação”, diz.

Ismael está nos seus últimos 10 meses de formação. “O curso de formação de sargentos se divide em dois períodos, o básico e a qualificação. Fiz meu básico em Altamira, no Pará durante oito meses e atualmente estou na cidade de Três Corações situada no estado de Minas Gerais cumprindo meus últimos 10 meses de formação, que seria agora a qualificação”.

Planos para o futuro

Após a sua formação, o xanxerense diz que pretende escolher a Organização Militar que irá trabalhar.

“Meu plano atual é me formar, escolher minha Organização Militar, quartel onde irei trabalhar a partir de fevereiro de 2018. Pretendo fazer cursos e estágios, missões, especializações e crescer na carreira”.

Apoio da família

Segundo o jovem o apoio da família, foi essencial. “Eu acho que é importante destacar o apoio da família, sem esse apoio, dificilmente conseguiria realizar um sonho. Esse por exemplo era um sonho que estava tentando há três anos, não digo somente apoio financeiro, mas moral também, e por mais que seja difícil não se pode desistir, nunca perder a fé, desacreditar”, conclui.

Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário