(49) 9 9827.3230

Justiça Agrária obtém acordo para desocupação de área tomada pelo MST em Abelardo Luz

7 de março de 2017 - 07:20 / Agricultura Comunidade | Comentários
Justiça Agrária obtém acordo para desocupação de área tomada pelo MST em Abelardo Luz (Foto: Divulgação MST)

 

A Justiça Agrária homologou um acordo que possibilitou a reintegração de posse pacífica de uma área aproximada de 350 hectares, ocupada pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MTS) no interior de Abelardo Luz. Pelo acordo, os integrantes poderão concluir a colheita e deverão destinar parte dela para indenizar parte do prejuízo do proprietário, desocupando a área até o dia 21 de maio deste ano.

O acordo para a saída dos acampados foi definido em audiência de conciliação realizada no dia 21 de fevereiro, no Fórum de Abelardo Luz. Os agricultores têm agora 90 dias para desocupar a área plantada. Eles poderão realizar a colheita, mas deverão destinar duas mil sacas de milho para pagamento ao proprietário das terras, a título de arrendamento, podendo ficar com o lucro excedente.

“A composição ora realizada se harmoniza com a busca da paz social e cria a expectativa de que nenhum conflito será criado em relação à desocupação dessa área”, considerou o promotor Eraldo Antunes durante a audiência.

A área de plantação a ser desocupada faz limite com outro espaço da mesma propriedade, onde estão acampadas cerca de 500 famílias, totalizando aproximadamente duas mil pessoas.

No acordo, o MST se comprometeu ainda a desocupar também a área do acampamento em caso de decisão desfavorável do STF. Até lá, o proprietário das terras se comprometeu a ceder outros 15 hectares aos integrantes do movimento para a realização do plantio de subsistência dos acampados. (Fonte: Rede Peperi)

 

Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário