MP recomenda que município crie política de abordagem aos moradores de rua

2 de agosto de 2018 09:37 | Comunidade , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
MP recomenda que município crie política de abordagem aos moradores de rua (Foto: Alessandra Bagattini/Lance Notícias)

Oportunizar aos moradores de rua a reintegração nas suas famílias é um dos principais objetivos do serviço de abordagem que é realizado em Xanxerê. O mesmo ocorre após uma solicitação do Ministério Púbico, por meio da 2º Promotoria de Justiça.

O promotor Marcos Augusto Brandalise, destaca que os serviços de execução dos projetos estão adiantados, já foram definidos quem faz o recolhimento dos moradores, quando eles apresentam riscos a própria saúde e, também, foram definidas algumas sequências de atividades a serem realizadas.

O que aguarda a definição é: para aonde os moradores de rua, ou pessoas em situação de rua, que forem recolhidos pelo Samu, serão levados para receber atendimento médico.

“A questão dos moradores de rua está bem adiantada, mas tivemos o problema com o Pronto-Atendimento, que parou ali. Já temos a identificação de quem recolhe, que é o Samu; o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), está elaborando uma carta de serviço para atendimento de pessoas que tem interesse de aderir ao atendimento. Nós tivemos uma reunião com o secretário de Assistência Social, para que ele crie uma política de abordagem de rua, tudo isso para gerar o fluxo. Estamos na fase de definir para onde levar os moradores para atendimentos médico. Todo o este trabalho será realizado, mas vale destacar que depende muito da vontade e adesão da pessoa”, explica o promotor.

No município, o serviço de abordagem vem sendo executado, ele é realizado pela Assistência Social, por meio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) de Xanxerê.


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais