Promoção dia dos Pais

Pacientes são cadastrados gradativamente na lista de espera online do SUS

18 de junho de 2018 15:54 | Comunidade , Saúde , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Pacientes são cadastrados gradativamente na lista de espera online do SUS (Foto: Alessandra Oliveira/Lance Notícias)

Desde o ano passado profissionais da saúde passam por capacitações para implantar nos municípios catarinenses um sistema de regularização das consultas do SUS. Em Xanxerê, o sistema foi apresentado aos profissionais durante cursos e agora o município tem uma pessoa responsável por alimentar o sistema online.

É um programa online e gratuito desenvolvido pelo Ministério da Saúde, que irá auxiliar todas as pessoas que utilizam o SUS. São cadastrados nesses sistemas desde consultas a procedimentos cirúrgicos e a pessoa poderá acompanhar sua posição na fila pela internet.

Conforme o médico Diego Corso, assim que o médico solicita algum procedimento que o paciente precisa entrar na fila de espera, ele já é cadastrado em um sistema que posteriormente será enviado para ser cadastrado na fila de espera.

O sistema trabalha com um preenchimento de códigos que ligará diretamente os dados dos municípios em seus locais de consulta para o paciente saber exatamente qual sua colocação na fila de espera.

“Às vezes as pessoas não aparecem na lista da fila do SUS, porque toda segunda-feira é gerado um arquivo aqui e é encaminhado para Florianópolis e são eles que carregam os pacientes nessa fila. Como todos os municípios do Estado tem obrigação de fazer isso, demora um pouco para cadastrar, mas toda a semana aparece mais. Mas, caso a pessoa não encontre seu nome, não quer dizer que não está na fila, é só porque esse processo de cadastramento é lento”, explica o médico.

Além disso, outro fator que faz com que esse cadastro demore é o acúmulo de cadastramentos físicos que ainda precisam ser digitalizados e que esbarra no quadro reduzido de funcionários.

“Vale lembrar que essa fila será para consulta do paciente sobre sua colocação e saber mais ou menos quanto tempo em média pode demorar o procedimento, as pessoas vão continuar ligando e avisando quando chegar na sua vez na fila”, comenta Diego.

No sistema, os procedimentos são classificados como emergência, urgência, prioridade não urgente e eletivo, fatores que podem influenciar na posição do paciente na fila.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais