Pároco de Xanxerê comenta sobre Dia de Santo Antônio e a atribuição de “Santo Casamenteiro”

13 de junho de 2018 11:38 | Religião , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Pároco de Xanxerê comenta sobre Dia de Santo Antônio e a atribuição de “Santo Casamenteiro” Foto: Rafaela Frutuoso

 

O Dia 13 de Junho marca o Dia de Santo Antônio. Popularmente conhecido como o santo casamenteiro, o pároco da Igreja Matriz de Xanxerê, conta um pouco mais sobre a sua história, marcada pela pregação e a caridade.

Segundo o padre Claudir Meoti, essa história de que o santo é casamenteiro e que ajudaria as pessoas a encontrar o amor da sua vida não passa de uma lenda criada. “Na verdade isso é uma lenda. O grande legado de Santo Antônio é a pregação e a caridade esses são os grandes aspectos a pregação da palavra de Deus e a caridade com os pobres. No decorrer da história que começou essa lenda, se criou essa devoção de que Santo Antônio ajuda a encontrar namorado, mas não é esse o legado dele”, explica o padre.

Reza a lenda que, certa vez, em Nápoles, havia uma moça cuja família não podia pagar seu dote para se casar. Desesperada, a jovem – ajoelhada aos pés da imagem de Santo Antônio – pediu com fé a ajuda do Santo que, milagrosamente, lhe entregou um bilhete e disse para procurar um determinado comerciante. O bilhete dizia que o comerciante desse à moça moedas de prata equivalentes ao peso do papel. Obviamente, o homem não se importou, achando que o peso daquele bilhete era insignificante. Mas, para sua surpresa, foram necessários 400 escudos da prata para que a balança atingisse o equilíbrio. Nesse momento, o comerciante se lembrou que outrora havia prometido 400 escudos de prata ao Santo, e nunca havia cumprido a promessa. Santo Antônio haveria fazer a cobrança daquele modo maravilhoso. A jovem moça pôde, assim, casar-se de acordo com o costume da época e, a partir daí, Santo Antônio recebeu – entre outras atribuições – a de O Santo Casamenteiro.

Em Xanxerê acontece a missa já prevista na igreja matriz, a partir das 19h, em honra a Santo Antônio.


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais