(49) 9 9827.3230

Personalidades xanxerenses: conheça a história de Ivone Sirino

12 de setembro de 2017 - 09:45 / Comunidade Lance Notícias Variedades Xanxerê | Comentários
Personalidades xanxerenses: conheça a história de Ivone Sirino Ivone Sirino. (Foto: Alessandra Bagattini/Lance Notícias)

Ao longo desse mês você poderá acompanhar aqui no LANCENOTICIAS.com.br, várias histórias de personagens de Xanxerê. Na última semana, você conheceu um pouco da história de Valdir, e hoje é a vez de Ivone Sirino.

 

Ivone Sirino, que reside em Xanxerê desde 1962, é umas das personagens do município. Ela que é mãe de sete filhos, resume sua vida em uma frase: “Eu nunca andei sozinha”.

Aos 68 anos de idade, Ivone esbanja alegria e vontade de viver, ela conta que veio morar em Xanxerê, para estudar.

“Meu pai chegou aqui em 1958 e onde nós morávamos, não tinha ensino médio, aqui em Xanxerê tinha, era o colégio das irmãs. Então nós viemos para Xanxerê para estudar”.

Logo que chegou no município, Ivone conheceu seu atual esposo. O casal está junto há 49 anos. “Eu tinha 12 anos e ele 14. Ele trabalhava na mesma empresa que meu pai e de carteira assinada. E nós acabamos se conhecendo, e fomos se curtindo e estamos juntos até hoje. Estamos casados há 49 anos. Uma vida”.

Mãe de trigêmeos

Um dos desafios que teve em sua vida, foi ser mãe de trigêmeos e também de gêmeos. “Eu tive um parto de trigêmeos, um de gêmeos e dois avulsos. Nós estudávamos em Porto Alegre, quando descobri que estava gravida, nós pensávamos que era de dois, descobrimos que era trio na hora do nascimento. Quando nasceu os três, nós não voltamos mais para Porto Alegre. Afinal eram quatro crianças”.

Ivone comenta que seu sonho era ter 20 filhos. “Aos 30 anos optei em fazer laqueadura, mas meu sonho era ter 20 filhos, afinal a minha vida são meus filhos”.

Hoje Ivone também é Secretária de Assistência Social de Xanxerê, e ela diz que essa é mais uma maneira de estar ativa na comunidade.

“Eu sempre fiz parte da comunidade, fui catequista, fui uma das primeiras mulheres a estudarem a noite, uma das primeiras a ser vereadora, tudo isso para buscar meu espaço. Eu não me arrependo de nada”, diz.

Lema de vida

Natural de Erechim, Ivone diz que nunca andou sozinha e agradece muito pela sua vida.

“Dessa vida não se leva nada, eu preciso ter coragem e viver a vida como uma constante luta. E eu só tenho a agradecer a todas as pessoas boas que passaram pela minha vida. Eu nunca andei sozinha”.

Se você conhece alguém que tem uma história de vida diferente, fale conosco, 49 9 9827-3230. 

Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário