(49) 9 9989.9002

Polícia recupera objetos levados durante assalto seguido de sequestro e roubo de veículo

4 de abril de 2018 - 10:00 / Polícia região | Comentários
Polícia recupera objetos levados durante assalto seguido de sequestro e roubo de veículo (Foto: Polícia/Divulgação)

Atualizada às 15h10:

Duas pessoas foram presas em Irani na madrugada desta quarta-feira (04), por assalto, seguido de sequestro e roubo de veículo. Esse crime teria ocorrido no município de Chapecó nas últimas horas. Os autores acabaram seguindo em direção a Faxinal dos Guedes, onde amarraram a família em meio a mata.

Conforme o Boletim de Ocorrência, feito pelo proprietário do carro, ele, a esposa e a filha foram abordados por dois suspeitos em uma motocicleta, sendo que um deles teria apontado uma pistola para as vítimas. Um dos suspeitos foi no veículo com a família, um Corolla, e o outro na motocicleta até um bairro de Chapecó. Neste local, eles teriam pegado algumas sacolas com produtos e em seguida todos rumaram no veículo da família até o interior de Faxinal dos Guedes, onde as vítimas foram amarradas. Os bandidos também teriam roubado R$ 2 mil, o par de alianças do casal, um relógio da marca Rollex, que teria custado R$ 32 mil e dois aparelhos celulares.

A Polícia Civil conseguiu recuperar uma das alianças, o relógio, dinheiro e os dois celulares que foram levados durante o assalto. Conforme informações da Rádio Aliança o relógio teria sido encontrado no banheiro da Central de Polícia Civil de Concórdia e a aliança foi encontrada no interior da viatura da Polícia Militar.

De acordo com informações da Rádio Aliança, trata-se de E.F., de 24 anos, que seria morador de Chapecó e teria sido reconhecido por uma das vítimas. O outro é B.A.M., de 20, morador de Irani. Ambos foram levados para a Central de Polícia Civil de Concórdia. A Polícia Militar chegou até aos suspeitos, com auxílio do PPT, através de informações recebidas de que os suspeitos estariam na região de Irani, após o crime em Chapecó. Os suspeitos, com o veículo roubado, estavam em uma casa de prostituição em Irani, quando foram presos.

Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário