(49) 9 9989.9002

Professores de Xanxerê aderem à paralisação Estadual do Magistério

10 de outubro de 2017 - 09:10 / Comunidade Educação Lance Notícias Xanxerê | Comentários
Professores de Xanxerê aderem à paralisação Estadual do Magistério Foto: Divulgação

Duas escolas estaduais em Xanxerê aderiram a uma paralisação Estadual do Magistério, nesta terça-feira (10), em virtude de um movimento em Florianópolis, sobre o reordenamento das distribuições de aulas que vem acontecendo com os professores efetivos, além da reforma do ensino médio e questões funcionais do Estado, que vem enfrentando problemas.

EEB Romildo Czepanhik e EEF Dom Oscar Arnulfo Romero aderiram à paralisação e retornam com as atividades normais nesta quarta-feira (11). O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina (SINTE) de Xanxerê, Jean Lemos, está em Florianópolis para o movimento.

“Essa paralisação é em função de um movimento em Florianópolis sobre o reordenamento da distribuição de aulas, que está acontecendo agora dos efetivos como protesto. Os professores pararam as suas atividades contra esse reordenamento e a distribuição de aulas. Nós estamos no movimento em Florianópolis hoje, onde teremos um ato no período da tarde em frente à Assembleia

Legislativa e posteriormente em marcha, até a Secretaria de Educação, para pedir o fim desse reordenamento e que volte a regra anterior”, destaca.

Outro ponto reivindicado pelos professores é a questão de complementação da carga horária.

“O Estado vem com uma nova orientação de reordenamento das aulas dos professores efetivos, onde o professor que só pode pegar a disciplina em que concursou, as aulas não nas disciplinas de sua habilitação, nós julgamos isso prejudicial a escola, porque o professor, para completar a sua carga horária vai ter que ir em até três escolas para completar a sua carga horária, enquanto teria a sua habilitação, por exemplo, nas aulas dentro de uma só escola”.

Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário