(49) 9 9827.3230

Projeto de lei pede que viaduto da BR-282 em Xanxerê seja denominado João Batista Menegatti

6 de junho de 2017 - 09:30 / Comunidade Trânsito Xanxerê | Comentários
Projeto de lei pede que viaduto da BR-282 em Xanxerê seja denominado João Batista Menegatti (Foto: Rafaela Forchesatto/Lance Notícias)

 

Na sessão desta segunda-feira (5), o vereador Nathan Busnello apresentou uma indicação de lei “Nº 307/2017 para que o DNIT de Santa Catarina e DNIT Federal denomine o viaduto da BR 282, de João Batista Menegatti na travessia urbana de Xanxerê”. A indicação já foi feita pelo deputado Pedro Uczai na Câmara dos Deputados e a indicação do vereador tem o objetivo de reforçar o pedido.

“Essa indicação vem para complementar o deputado Pedro Uczai, que já apresentou essa indicação na Câmara dos Deputados, com este mesmo sentido. O seu João Batista Menegatti foi fundador de uma empresa, União da Serra que hoje é a Reunidas, isso na Década de 40 e ele desbravou todo o Oeste através da BR-282. Ele também é o avô do vereador João Paulo Menegatti e essa indicação vem para complementar”, explica Nathan.

 

Quem foi João Batista Menegatti?

João Batista Menegatti nasceu em 24 de Junho de1904, em Erechim, no Rio Grande do Sul. Era casado com Armelinda Menegatti e teve sete filhos, quatro homens e três mulheres. Morreu em 1959, aos 55 anos, de câncer. Mudou-se para o município de Rio da Vargem, em Santa Catarina, em 1949, onde atuou no ramo de transportes de passageiros, desbravando a BR-282, que na época era estrada de chão e com muitas dificuldades fazia o transporte do bem mais precioso, o cidadão catarinense.

Foi fundador da empresa União da Serra, que fazia o trajeto de Lages a Chapecó – hoje é a empresa Reunidas. Naquela época o ônibus saia às 4h45 de Lages para chegar em Chapecó às 19h30.

A história de João Batista Menegatti está diretamente vinculada ao crescimento da região Oeste pela BR-282, com o transporte rodoviário, sendo um dos pioneiros nesta área. Os ônibus da empresa enfrentavam chuva, barro, poeira, buracos, em uma estrada que mais tarde seria uma das principais do Estado. Também era empresário do ramo madeireiro e possuía moinho de milho e trigo, que geravam as riquezas da região. Com o transporte de cargas, levava madeira pelo Estado até o Porto de Itajaí.

João Batista Menegatti era um empresário de sucesso, conhecido em seu município como “banco”, devido à geração de renda e dezenas de empregos que suas empresas garantiam. O empresário possuía, ainda, terras em Xanxerê/SC, para onde sua família se deslocou em 1970, permanecendo até hoje.

Descendente de italianos, João Batista Menegatti foi um dos desbravadores do Oeste, com visão de futuro, que o fez investir em uma região, naquela época, ainda pouco colonizada e com muitos problemas de infraestrutura. Um pioneiro, que muito contribuiu para o desenvolvimento da região Oeste, um grande homem que ficou anônimo na história de Santa Catarina, mas merece ter o seu reconhecimento. E nada mais justo, que o reconhecimento pelo trabalho realizado ao longo da BR-282, seja ter o seu nome no viaduto da BR-282, na travessia urbana de Xanxerê/SC.

 

 

 

Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário