(49) 9 9827.3230

Projeto visa destinar lucro do estacionamento rotativo para a saúde de Xanxerê

10 de outubro de 2017 - 10:33 / Comunidade Lance Notícias Trânsito Xanxerê | Comentários
Projeto visa destinar lucro do estacionamento rotativo para a saúde de Xanxerê Estacionamento rotativo. (Foto: Alessandra Bagattini/Lance Notícias)

A cobrança do estacionamento rotativo de Xanxerê, foi novamente discutida na Câmara de Vereadores desta segunda-feira (09). Na oportunidade, o vereador, Wilson Martins dos Santos (PSDB), apresentou uma indicação para que a Prefeitura de Xanxerê assuma a administração do estacionamento rotativo e que o lucro proveniente do mesmo, seja investindo na saúde.

De acordo com o vereador, a ideia da indicação surgiu após uma visita ao município de Criciúma. “Na visita que fizemos a Criciúma, recentemente, pudemos constatar que este exemplo funciona muito bem, com os recursos, provenientes do estacionamento, sendo investidos na saúde. Entendo que a própria população iria se sentir melhor, ao saber que essa taxa do estacionamento estaria sendo revertida em benefícios próprio. A administração, tomando conta do rotativo, teria recursos constante para investir na saúde”, disse o vereador.

O vereador Vilson Piccoli (PMDB) elogiou a atitude do vereador. “Não é só cobrar, mas também de buscar soluções em projetos que deram certos em outros municípios, e trazer para a nossa realidade. Quero parabenizar o vereador pela iniciativa e entendo que se aprovar o município estude a questão, e a mesmo tempo estude a viabilidade de implantação de um guarda municípal. Com isso estaríamos tirando esta responsabilidade da Polícia Militar que poderiam estar atuando em outras frentes”, declarou o vereador.

Ivone Sirino (PP), também parabenizou a indicação do vereador. “Quero parabenizar o vereador Wilson pela brilhante ideia. Tudo que é bom dá para se copiar. Esta questão da Guarda Municipal também foi discutida na gestão passada e entendo que é de grande valia. O dinheiro arrecadado no estacionamento rotativo sendo revertido para a própria população, isso seria muito bom”, salientou.

A indicação do vereador Wilson Martins dos Santos foi aprovada de forma unânime pelos vereadores.

Clarice Beatriz Serena, coordenadora do Departamento de Trânsito (Demut), comentou sobre a possibilidade de a indicação ser implantada no município.

“O município pode assumir, se ele tiver estrutura e nós não temos estrutura e nem se quer temos agentes de trânsito. Mesmo que o município traga para nós essa competência, se houver autos de infração de trânsito, ele é vinculado o gasto, ele não pode ser repassado para nenhuma outra finalidade. Então o que deve estar ocorrendo em outros municípios, é que não deve estar sendo feito auto de infração de trânsito. A empresa deve operar na via sem fazer as notificações, simplesmente paga um aluguel de concessão e aí está sendo repassado essa verba. O marco é que não é auto de infração, porque o gasto seria vinculado. Posso até entrar em contato com Criciúma para ver se é isso mesmo que está acontecendo, porque o código de trânsito prevê, que tudo que for vinculado a legislação de trânsito, o gasto também é vinculado. Então o que eles devem estar repassando para a saúde e o pagamento de operações, que seria mensalidade paga pela empresa” comenta.

Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário