Queda de acidentes marca Operação Corpus Christi 2018 nas rodovias federais

5 de junho de 2018 07:50 | Polícia , Trânsito Compartilhar no Whatsapp
Queda de acidentes marca Operação Corpus Christi 2018 nas rodovias federais (Foto: PRF)

Desde o dia 30 de maio (quarta) até o dia 03 de junho (domingo), a Polícia Rodoviária Federal atendeu 76 acidentes, com 73 feridos e 3 mortos no estado catarinense. Os números demonstram que o total de acidentes e vítimas nos cinco dias da Operação Corpus Christi deste ano representam aproximadamente metade dos valores registrados em 2017.

O efetivo da PRF já se encontrava reforçado em função das manifestações dos transportadores de carga e pôde direcionar seus esforços para a fiscalização de trânsito a partir do dia 31 (quinta), ao término do movimento reivindicatório. Associado à fiscalização acentuada, o baixo movimento de veículos em função da falta de combustíveis registrada em vários municípios catarinenses, cooperou para a redução expressiva da violência no trânsito.

 

Operações Corpus Christi de anos anteriores nas rodovias federais de SC

2015 (253 acidentes, 146 feridos, 08 mortos)

2016 (178 acidentes, 136 feridos, 13 mortos)

2017 (143 acidentes, 150 feridos, 07 mortos)

2018 (76 acidentes, 73 feridos, 03 mortos)

Variação 18/17 (-46,9% acidentes, -51,3% feridos, -57,1% mortos)

 

Dentre os acidentes com mortos, dois foram do tipo atropelamento, registrados na sexta-feira em Joaçaba (BR 282) e no sábado em Palhoça (BR 101). O terceiro óbito foi registrado em uma colisão frontal entre um carro e um caminhão, no sábado em São Bento do Sul (BR 280). Os três acidentes fatais ocorreram no início da noite.

Durante a Operação, o combate ao crime apreendeu mais de 11 quilos de cocaína em Chapecó, 96 quilos de maconha em Barra Velha e centenas de comprimidos de drogas sintéticas em Joinville. Na fiscalização de trânsito, os radares fotográficos registraram 4.234 imagens de veículos acima da velocidade permitida, 1.516 autos de infração foram extraídos por motivos diversos, sendo 42 por dirigir alcoolizado, resultando em três prisões de condutores que ultrapassaram o limite da autuação administrativa e cometeram o crime de embriaguez ao volante.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais