Região dos lábios necessita de um cuidado especial durante as baixas temperaturas

11 de junho de 2018 09:11 | Comunidade , Saúde , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Região dos lábios necessita de um cuidado especial durante as baixas temperaturas (Foto: Patricia Silva/Lance Notícias)

Um problema recorrente que chega acompanhado das temperaturas mais baixas é o ressecamento dos lábios. Geralmente durante o outono e inverno as pessoas sofrem mais com lábios rachados por conta da pouca hidratação desse local nas temperaturas mais baixas.

A dermatologista Luciana Gauer chama a atenção para o uso constante de hidratantes labiais durante os dias mais frios. Os lábios possuem uma pele mais fina e que pode perder a elasticidade quando está ressecada. Por conta disso, com a movimentação constante dos lábios eles podem rachar e até mesmo soltar pedacinhos.

A dermatologista alerta para os cuidados básicos com o local, como não passar a língua para tentar hidratar ou arrancar pedaços de pele que se soltam.

“Passar a língua e molhar os lábios quando estão ressecados é um erro muito grande. Não se deve passar a língua, molhar ou ficar passando os dentes, porque além de agredir, resseca mais ainda os lábios. Às vezes é mais fácil passar a língua do que pegar um hidratante, mas ficar passando a língua da uma falsa hidratação e resseca mais ainda os lábios, porque essa umidade da língua vai evaporar e levar a pouca água que resta do lábio junto. Além disso, a pele do lábio precisa cair sozinha, não pode arrancar, ela vai sair sozinha quando o lábio cicatrizar. Se ficar puxando pode acontecer infecções e complicações por ficar mexendo nesse lugar machucado”, explica.

Luciana destaca a importância de sempre manter uma boa alimentação, manter a ingestão de pelo menos dois litros de água diários e sempre ter a mão um hidrante labial. O hidratante vai garantir a hidratação dos lábios, pois forma sobre eles uma camada protetora que evita o ressecamento dos lábios.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais