(49) 9 9827.3230

Setembro Amarelo: “O suicídio é entendido pela pessoa como a única alternativa”, diz psicóloga

8 de setembro de 2017 - 15:14 / Comunidade Lance Notícias Saúde Xanxerê | Comentários
Setembro Amarelo: “O suicídio é entendido pela pessoa como a única alternativa”, diz psicóloga Foto: Rafaela Forchesatto/ Lance Notícias

O Setembro Amarelo é uma campanha nacional que visa conscientizar as pessoas sobre a importância de prevenir o suicídio. O tema, apesar de muitas vezes pouco debatido, é uma realidade que atinge muitas pessoas.

O Hospital Regional São Paulo de Xanxerê, em parceria com o Centro de Valorização da Vida (CVV), de Chapecó, está realizando na tarde desta sexta-feira (08), uma ação de panfletagem na Rua Olavo Bilac, no centro do Município.

A psicóloga Thais Delazari destaca que a ideia principal da panfletagem é a conscientização da população.

“Nós sabemos que o suicídio é uma realidade atinge muitas pessoas, mas a grande maioria dos casos poderiam ser evitados, se as pessoas tivessem a consciência da importância de buscar atendimento o mais breve possível. Então, a ideia hoje é conscientizar as pessoas que circularem por aqui, de que se elas não estão vivendo essa realidade, elas conhecem alguém que esteja vivenciando uma realidade com a presença de pensamentos suicidas, que aconselhem a pedir ajuda, pois existem maneiras de ajudar”, ressalta.

Em virtude do mês amarelo, será realizado no HRSP o 1º Fórum de Saúde Mental e Prevenção ao Suicídio, Falar Para Prevenir.

“Vamos fazer no Hospital Regional São Paulo, no dia 27 de setembro, às 13h30min, o 1º Fórum de Saúde Mental e Prevenção ao Suicídio, Falar Para Prevenir, no qual a gente vai ter a presença de profissionais da área da saúde, psicologia, psiquiatria, o próprio CVV vai estar participando. O Fórum é aberto aos profissionais da saúde e ao público em geral interessado no assunto”, destaca Thais.

Segundo a psicóloga, o suicídio, muitas vezes é visto como a única alternativa.

“Às vezes o suicídio é entendido pela pessoa como a única alternativa, e a gente quer conscientizar que existem muito mais alternativas do que essas. Tendo em vista, que em Xanxerê existem muitos casos de pessoas que tentam o suicídio e até mesmo conseguem, vamos trazer os profissionais que trabalham com essa realidade, com essa demanda e discutir o atendimento que é prestado a esse público que procura ajuda em função de uma situação de risco de suicídio e tentar conscientizar as pessoas sobre esse tema, a importância dele e as formas de tratamento”, finaliza.

Por: Rafaela Forchesatto

Deixe seu comentário