(49) 9 9989.9002
(49) 3433.3173

Trotes atrapalham serviço de atendimento do Corpo de Bombeiros de Xanxerê

24 de abril de 2018 - 10:42 / Bombeiros Comunidade Lance Notícias Xanxerê | Comentários
Trotes atrapalham serviço de atendimento do Corpo de Bombeiros de Xanxerê Trotes atrapalham serviço de atendimento do Corpo de Bombeiros de Xanxerê. (Foto: Divulgação)

A central do Corpo de Bombeiros de Xanxerê recebe em média 10 trotes por dia. A brincadeira de mau gosto é considerada crime e atrapalha o atendimento de quem realmente precisa. Em um dos casos mais recentes, equipes foram deslocadas para atender um falso incêndio em residência no Bairro São Romero em Xanxerê.

Ainda nessa segunda-feira (23) as equipes foram acionadas para atender um acidente na BR-282, ao chegar no local a guarnição constatou que era um trote. O soldado Vitor Venâncio, do Corpo de Bombeiros de Xanxerê, explica que a situação ocorre com frequência no quartel.

“Está bem recorrente essa situação, durante o dia estamos recebendo muitas ligações. Tem crianças e adultos ligando, sem contar que ligam para a central e xingam os bombeiros. Em outros casos que aparentam ser mais verdadeiros, eles falam o endereço, passam que está tendo um incêndio ou acidente, deslocamos as viaturas e quando chega no local não é nada”, relata.

De acordo com o soldado os números de ligações falsas aumentam principalmente nos horários de intervalo e saída de alunos das escolas. “No serviço passado nós atendemos 14 ligações que eram trotes. No horário de intervalo de colégios e saída dos alunos, é o que mais tem ligações de trotes. Não é só crianças que ligam, tem adultos também. As pessoas não pensam que quando for algo sério, nós não vamos poder atender porque a viatura está se deslocando para um trote”.

A situação se agrava ainda mais devido ao efetivo do Corpo de Bombeiros de Xanxerê ser reduzido. “A nossa realidade aqui não é das melhores. Nós estamos com pouco efetivo, temos o Samu e mesmo assim falta pessoas. Uma só ligação atrapalha bastante, então imagine 10. Isso atrapalha o trabalho interno e também o atendimento”, destaca o soldado Venâncio.

Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário