Vacinação contra a gripe inicia na próxima semana e terá roteiro pelo interior de Xanxerê

18 de abril de 2018 09:28 | Comunidade , Saúde , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Vacinação contra a gripe inicia na próxima semana e terá roteiro pelo interior de Xanxerê Foto: Divulgação

A Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza (gripe) inicia na próxima segunda-feira (23) em Xanxerê e segue até o dia 1º de junho. Neste ano, estarão oferendo a vacina todas as unidades de saúde com salas de vacinação e também o Posto Hélio Ortiz, que terá horário diferenciado no atendimento.

O horário de funcionamento das salas de vacinas será das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h. “Durante a semana, as unidades que possuem sala de vacina estarão abertas e também o Posto Hélio Ortiz, que estará atendendo das 7h às 19h sem fechar ao meio-dia. Nós teremos no sábado dia 12 de maio o Dia Nacional de Mobilização, que é o sábado D onde todas as unidades estarão atendendo das 8h às 17 sem fechar ao meio-dia”, explica Waldereza Luiza Dal Molin, enfermeira da imunização de Xanxerê.

Neste ano a meta é vacinar 90% de cada grupo de vacinação. Um roteiro que irá atender as comunidades do interior também foi estabelecido pela Secretaria de Saúde. “No interior o esquema será o mesmo que no ano anterior. Foram selecionados quatro interiores, em pontos estratégicos. Então no dia 16 de maio, quarta-feira, 13h45, estaremos atendendo na Linha Voltão. Às 15h45, estaremos na Linha Medianeira. No dia 17, quinta-feira, às 8h na Linha Cambuinzal e no dia 18 de maio, sexta-feira, às 13h45 será nos pesqueiros. Nesta data, nós pedimos para que os moradores esperem no Centro Comunitário do Pesqueiro do Meio”.

Para receber a vacina, a população precisa comparecer nas unidades de saúde munidos de carteirinha de vacina, documento pessoal e cartão SUS.

Confira que pode receber a vacinação gratuitamente:

  • Indivíduos acima de 60 anos
  • Crianças de 6 meses até 5 anos
  • Gestantes
  • Puérperas até 45 dias após o parto
  • Trabalhadores do segmento de saúde
  • Povos indígenas
  • Grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais
  • Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos, sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional
  • Professores das escolas públicas e privadas.

Nesta data também deve ocorrer a segunda mobilização estadual contra o tétano. “As pessoas que vierem aqui tomar a vacina e por acaso não foram vacinados contra o tétano, nós vamos estar oferendo essa vacina, porque vem muitos adultos e muitos desses não tem não o esquema completa. Então estaremos oferendo essa vacina também”, conclui a enfermeira.


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais