(49) 9 9827.3230

Vídeo: Jovem que descobriu câncer há 45 dias recebe apoio dos jogadores do Grêmio e da Chape

19 de junho de 2017 - 10:54 / Comunidade Esporte em destaque Variedades Xanxerê | Comentários
Vídeo: Jovem que descobriu câncer há 45 dias recebe apoio dos jogadores do Grêmio e da Chape Fotos: Divulgação

João Paulo Castilho, de 25 anos, há cerca de 45 dias recebeu um duro diagnóstico de câncer ósseo da parede torácica  e está em tratamento no Centro de Pesquisas Oncológicas (Cepon), em Florianópolis. O desenhista projetista e fã de futebol, recebeu dos jogadores do Grêmio e da Chape um vídeo de incentivo para o tratamento.

A força que a iniciativa trouxe é muito importante, segundo João, “A força que isso traz, não só pelo vídeo, mas a força de Deus, as palavras de apoio, a motivação para o paciente, isso é muito importante”.

A atitude dos amigos e companheiros de trabalho Leandro Coradi e Fabiane Padova aproximaram João dos jogadores do Grêmio, já que no dia em que o time jogou contra a Chapecoense, em Chapecó, ele já estava internado, “No dia que o Grêmio foi jogar contra a Chapecoense, eu estava internado, não pude ir no jogo, só tenho a agradecer meus amigos por esse presente”.

É na fé em Deus que João também buscas forças para enfrentar a sua doença, “A fé que move tudo isso, só quem tá aqui passando por isso sente, um grupo de pessoas católicas em especial a Igreja Evangélica Assembléia de Deus, de Faxinal dos Guedes, têm me ajudado e me dado suporte para enfrentar esse momento. Deus e o amor dele que move para que a gente saia dessa com mais força ainda, é só o começo de uma luta, que se Deus quiser nós vamos comemorar juntos no final”.

Além do vídeo dos jogadores do Grêmio, João recebeu mensagens dos colegas da faculdade de psicologia, e agradece pelo apoio de todos, “Recebi vídeos também da minha turma de psicologia, recebo muita força e apoio da administração pública de Faxinal dos Guedes, cidade onde moro e da empresa Equitec Industrial, além dos meus pais, irmã, namorada e amigos em geral. Um agradecimento especial a toda a equipe do Cepon aqui de Florianópolis que me receberam tão bem e hoje são minha família aqui”, finaliza João.

Veja os vídeos:

 

Por: Rafaela Forchesatto

Deixe seu comentário