(49) 9 9827.3230

Voluntária do Grupo Bem Estar Animal registra BO contra o município 

23 de agosto de 2017 - 08:50 / Animais Comunidade Xanxerê | Comentários
Voluntária do Grupo Bem Estar Animal registra BO contra o município  (Fotos: Vagner Ribeiro)

Uma voluntária do Grupo Bem Estar Animal de Xanxerê registrou nesta terça-feira (22), um Boletim de Ocorrência, em desfavor da Vigilância Sanitária do município. A voluntária alega que a população tem ligado na Vigilância Sanitária, solicitando atendimento nas causas animais e o atendente tem repassado o número de seu telefone para o Grupo Bem Estar Animal, realizar o atendimento.

Confira a publicação de Edilene Balen em uma rede social:

Em contato com Mauro Narciso, coordenador da Vigilância de Xanxerê, o mesmo comenta que esses atendimentos não são realizados porque o município, não possui um centro de controle de zoonoses.

“Só esclarecer que essa situação que ela colocou no Facebook, não procede. Porque a Vigilância Sanitária, quando é questões de higienes, os casos são protocolados e são feitas as vistorias. Quanto aos animais de rua, que não tem dono, que não tem como identificar, quando eles morrem, ficam doentes, ou estão mordendo alguém na rua, a Vigilância, infelizmente não tem como atuar, a não ser dar alguma orientação as pessoas. Nós temos dificuldades em relação a essas situações, porque não possuímos o centro de zoonoses, ou seja, não temos médico veterinário, não temos, pessoas capacitadas para recolher e tratar esses animais”, diz.

Mauro também nega a possibilidade de ter sido repassado o contato da voluntária para a mesma ir atender a ocorrência.

“Em casos assim, a população fica desesperada e não sabe para quem ligar, mas sobre o relato do que ocorreu, fiquei surpreso, se ela tiver alguma prova que foi repassado o contato dela que mostre. Nós não temos conhecimento dessa pessoa, e em conversa com os funcionários da Vigilância, nenhum tem conhecimento desse fato”, finaliza.

A equipe de reportagem do LANCENOTICIAS.com.br buscou contato com a Assessoria Jurídica do município, e foi orientado a procurar contato com o coordenador da Vigilância Sanitária.

Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário