Promoção dia dos Pais

Voluntários e alunos do Paul Harris deixam a escola colorida

28 de novembro de 2017 11:25 | Comunidade , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Voluntários e alunos do Paul Harris deixam a escola colorida Foto: Divulgação

Alunos, professores e direção da Escola Municipal Paul Harris, localizada no Bairro Nossa Senhora de Lourdes estão deixando a unidade escolar mais colorida, com o Projeto Pintando o Sete. A ação conta com o apoio do Rotary e ASR Xanxerê, que doou os materiais e voluntários da BRF, que realizam a pintura dos corredores que dão acesso às salas de aula.

O projeto Pintando o Sete é desenvolvido através das atividades feitas em sala, nas aulas de artes com a professora Patrícia Lovatel, através da vida e obra do artista Romero Britto. Além dos alunos conheceram o trabalho do artista, o projeto visa sensibilizar a comunidade escolar para a valorização do espaço, bem como o embelezamento. No fim de semana, os alunos voltaram a se reunir para continuar o projeto.

Foi no último sábado (25), também, que voluntários do instituto BRF realizaram a pintura da parte interna da escola. O Instituto BRF que atua em Faxinal dos Guedes e Xanxerê desde 2012, conta com 72 voluntários engajados no propósito de transformar positivamente as pessoas que são beneficiadas em cada ação.

O diretor da escola, Robson dos Santos, destaca a importância da atividade para toda comunidade escolar. “A arte é muito importante, pois no nosso dia a dia, exprime sentimentos e emoções e por meio dela nos expressamos usando a imaginação para inventar e transformar, deixando assim o ambiente escolar mais alegre e receptivo aos nossos alunos. Só temos a agradecer as entidades que se dispuseram de imediato quando solicitadas a realizar esse trabalho em prol aos alunos de nossa escola”, disse.

O prefeito Avelino Menegolla e a secretária municipal de Educação, Claudia Fávero, acompanharam os trabalhos e ficaram satisfeitos tanto com o envolvimento dos alunos e professoras no cuidado com a escola, bem como com a ajuda dos voluntários do Rotary, ASR e Instituto BRF.


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais