Xanxerê possui cinco empreendedores a cada 100 habitantes, aponta Sebrae

7 de junho de 2018 15:39 | Comunidade , Economia , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Xanxerê possui cinco empreendedores a cada 100 habitantes, aponta Sebrae Cidade de Xanxerê (Foto: Alessandra Bagattini/Lance Notícias)

Xanxerê tem uma média de 5% da população empreendedora. Conforme estudiosos do assunto, com essa porcentagem o município tem um nível de empreendedorismo muito alto. Conforme a média, em Xanxerê, a cada 100 habitantes, cinco são empreendedores.

No último relatório feito pelo Sebrae no final do mês de maio, há 2.379 microempreendedores individuais em Xanxerê. Eles estão divididos em 206 áreas que, por sua vez, fazem parte de nove macrossegmentos. Além disso, o macrossegmento com o maior número de MEIs em Xanxerê é o de casa e construção.

O agente de articulação da agência do Sebrae de Xanxerê, Arildo Jacóbus, comenta que são feitos cerca de 300 atendimentos por mês na agência. Destes, uma média de 40 pessoas formalizam sua empresa.

“O Sebrae é especialista em gestão e empreendedorismo. Especialmente em Xanxerê a cidade tem um nível bem alto de empreendedorismo, principalmente comparado com cidades da região. O MEI em meia hora, respeitando os pré-requisitos, a pessoa sai daqui com um CNPJ, já é um empresário”, explica.

Um MEI não precisa ter nenhum tipo de formação na área em que pretende formalizar sua empresa. Além disso, o Sebrae oferece um cronograma de palestras e capacitações aos MEIs para que consigam manter o seu negócio e aprender mais sobre a gestão da empresa.

Quanto ao fechamento dessas empresas, Arildo explica que o Sebrae não tem um controle, pois a pessoa não precisa ir até lá para encerrar a empresa. Mas, sempre é feito um comparativo com o balanço do mês anterior. Por exemplo, em abril eram 2.368 MEIs em Xanxerê, agora em maio são 2.379. Como foram formalizadas 40 novas empresas em maio, houve um ganho de dez novos MEIs, o que representa que 30 fecharam a empresa.

“Tem diversos motivos que levam as pessoas a formalizarem sua empresa, as vezes um sonho de trabalhar em uma área e não conseguir emprego nisso, então abre sua própria empresa. Muitos desses MEIs já comercializavam um produto, tinham uma clientela e decidiram formalizar o negócio para aumentar a credibilidade também, poder oferecer uma nota fiscal para o seu cliente, por exemplo”, conclui.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais