Xanxerê sedia encontro de apicultores para debater sobre produção e qualidade do produto

9 de agosto de 2018 19:50 | Sem categoria Compartilhar no Whatsapp
Xanxerê sedia encontro de apicultores para debater sobre produção e qualidade do produto (Fotos: Divulgação)

Xanxerê sediou nesta quinta-feira (09) o IV Encontro Regional de Apicultores. O evento contou com a presença de aproximadamente 500 pessoas entre apicultores de toda a região e acadêmicos.

A associação busca alternativas para aumentar e fortalecer o cultivo de mel no município. Dente dos assuntos debatidos no seminário, o principal foi sobre o manejo correto de abelhas.

Conforme o presidente da Apromex, Modesto De Martini, essa foi a primeira vez que o evento aconteceu em Xanxerê e foi um sucesso.

“O evento foi muito bom, a participação do pessoal foi boa e foi um sucesso. O evento abriu novos leques, o pessoal aproveitou também para fazer negócios e foi bom para fortalecer também a associação”, comenta.

Rodrigo Villani, acadêmico de zootecnia, organizou uma oficina e destacou a importância do evento.

“O evento reuniu mais de 450 pessoas, dos mais diversos municípios da região Oeste. Este é considerado um dos principais encontros da apicultura da região, que objetiva trazer assuntos relevantes para a cadeia produtiva. Hoje a apicultura em um contexto regional, é uma atividade com alto potencial de crescimento a qual além de ser geradora de renda, tem participação incalculável, a partir do processo de polinização na manutenção da flora da região e na produção vegetal”, comenta.

O encontro contou com duas palestras e as seguintes oficinas: preparo de alimentos para abelhas; Amostra melíponas, Unoesc; Oficina Melípona, manejo geral, com Rodrigo Villani e Gustavo Krahl; Comercialização, com Sulmel, Agroapis e Prodapys; Troca de cera.

O evento foi promovido e organizado pela Associação dos Produtores de Mel de Xanxerê (Apromex), Epagri, Unoesc, Sebrae, Sintraf e La Salle Agro. Contou ainda com apoio do Prodapys, Agropis, Sulmel e Prefeitura de Xanxerê.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais