A nossa homenagem: Iracy Tonello

1 de abril de 2016 10:22 | Rogério Côlvero
A nossa homenagem: Iracy Tonello

O professor Iracy Tonello nasceu na cidade de Bento Gonçalves-RS em 29 de agosto de 1937, filho de João Luiz Tonello e Victória da Ré Tonello.

A família do Professor Iracy Tonello veio para Xanxerê em 1942 e ele tinha apenas cinco anos de idade . O sonho de João e Victória era encontrar uma terra fértil onde pudessem trabalhar, produzir e garantir o futuro de seus filhos e o bem estar da família. Trabalhando e estudando, Iracy tinha um sonho: ser professor. No ano de 1960 ele começou a lecionar na escola de Ouro Verde que naquela época era Distrito de Abelardo Luz, como professor primário. Ao mesmo tempo, trabalhava na escolinha de Linha Conrado, na região do hoje município de Ouro Verde.

O professor Iracy casou com Tereza Gonçalves no dia 4 de fevereiro de 1961, cujo casamento foi realizado na Igreja Matriz de Xanxerê e, frutos desta união, nasceram os filhos Margarete, João Marcos e Ademir José.

Depois do casamento ele voltou a frequentar os bancos escolares e se formou no Curso Normal Regional. Mudou-se para Xanxerê estabelecendo-se na comunidade de São Sebastião e passou a trabalhar como professor nas escolas de Linha São Sebastião e Invernada Grande. Depois entrou para o Colégio Estadual Granja Santana, no Bairro Vista Alegre – educandário que hoje leva seu nome – Escola de Educação Básica Professor Iracy Tonello.  Lecionou, ainda, no Colégio Estadual do Bairro Castelo Branco e no Presidente Artur da Costa e Silva.

Algum tempo depois, entrou para o curso de filosofia, ciências e letras da Faculdade Católica de Palmas – Facipal, em Palmas-PR e diplomado bacharel em 1978. Ele nunca mediu esforços para desempenhar suas tarefas com dignidade e honradez, imbuído do propósito de contribuir para a construção da cidadania dos seus educandos.

Devido a sua grande liderança comunitária e principalmente pelo reconhecimento entre a classe dos educadores, foi convidado para entrar no campo político. Filiou-se na ARENA e lançou sua candidatura a vereador por Xanxerê em 1976, elegendo-se para compor a sétima legislatura do município no período de 1977/1982.

No ano de 1979 foi eleito presidente da Câmara e, em 9 de julho daquele mesmo ano, um grave acidente automobilístico ocorrido no trevo da BR.282/Avenida Brasil em Xanxerê tirou-lhe a vida aos 42 anos de idade. Deixou o exemplo de pessoa digna e honrada que muito orgulha o povo de Xanxerê, seus familiares e amigos.

Dilma em perigo

Além do dito impeachment que atormenta a cabeça da presidente Dilma Roussef (PT) e com a falta de apoio do seu fiel “escudeiro” PMDB que se retirou, abandonando o barco que diz estar furado,  agora outro sério problema se apresenta. Sabe-se que em Brasília é voz corrente nos bastidores da república e fora da república que uma ala do Partido dos Trabalhadores-PT está se articulando para também abandonar o governo. Dizem estes petistas que estão “cansados e envergonhados” não suportando mais, podem tomar a decisão, em breve.

Narciso, o ex

Mais uma do nobre Pastor. O deputado estadual Narciso Parizotto ( Igreja Quadrangular ) aproveitou a janela da infidelidade constitucional para pular, outra vez, e trocar de novo de partido. Narciso o ex,  é ex-PFL, ex-PMDB, ex-PTB e ex-DEM.  Agora assinou ficha partidária no PSC.

Kleinubing vai deixar a saúde

João Paulo Kleinubing, atual Secretário da Saúde de SC, como deputado federal vai aproveitar sua volta a Câmara dos Deputados para votar a favor do impeachment de Dilma e deixar o cargo de Secretário da Saúde. De fonte segura, pode se candidatar novamente a prefeito de Blumenau nestas eleições municipais. O PSD o tem como um bom candidato a prefeito.

Aceito – diz um cartaz na porta do PP

Em Brasília, na porta da sala onde o PP se reuniu para decidir a possível saída do governo, a exemplo do que fez o PMDB,  tem um cartaz que diz, simplesmente, ACEITO.  Referindo-se a expectativa de um convite da Presidente para que o PP – seus deputados federais – aceitem um cargo de Ministro e outros tantos cargos que desejarem no troca-troca que Dilma faz.  Dizem lá que um dos deputados do PP espirrou e o outro, por educação disse “Saúde” – e quem espirrou, rapidamente respondeu: ACEITO.

FALA POVO

-“Então tá escrito: Barbieri vem concorrer a prefeito pelo PSD e quer alguém de vice, pode ser do PSDB. Sim, porque o PSD e o PMDB não se beijam mais”.

-“Alguém havia dito que o rapazinho aquele se colocasse uma pedra de candidato, ele elegeria. Pode ser que a pedra esteja aí…”

-“O Ministro da Saúde é muito fraco, perdeu até para o mosquito. Fora seu incompetente, pois o povo sofre nos corredores dos hospitais”.

-“Pois, artistas e intelectuais foram dar apoio a Dilma. Artistas, tudo bem, têm carteirinha, sindicalizados e se reconhece, mas os intelectuais…”

-“ Têm muitos que se auto intitulam intelectuais… na verdade a vaidade é grande”.

– “Quando o Pastor Narciso entrou para o DEM, teve gente filiada que pediu para sair do partido. Agora, pelo jeito, devem voltar.”

– “Acampamento nas terras da “Mão Santa”, antiga Agroeste, em Pesqueiro São Pedro, divisa Xanxerê/Lageado Grande. Segundo Lula, “O MST é o exército do Stédile”.

– “Outros proprietários de áreas e fazendas por aqui, já estão com a pulga atrás da orelha, atentos aos acampamentos que antes chamavam de invasão”.

– “Quem vai pagar para votar contra o impeachment de Dilma ?   As empresas que puxavam dinheiro de propina nestas ocasiões já foram pegas pela Lava Jato. Terá o PT tanto dinheiro guardado para bancar a conta?”

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais