Alerta ligado

6 de julho de 2016 08:33 | Rogério Côlvero
Alerta ligado

A Justiça Eleitoral tomou iniciativa para moralizar, ou pelo menos tentar, as transferências irregulares de títulos eleitorais. Em SC tem 29 cidades com mais eleitores do que moradores, como por exemplo, o município de Ermo, no Sul do Estado, com dois mil habitantes e mais de três mil eleitores. Em Guatambu (Oeste) 4.739 habitantes com 5.252 eleitores; Caxambu do Sul (Oeste) 4.028 habitantes e 4.510 eleitores; Lajeado Grande (Oeste) com 1.470 habitantes e 1.760 eleitores; Marema (Oeste) com 1.999 habitantes com 2.202 eleitores. Perguntas: isto seria a “malandragem” de políticos candidatos ou seria a “compra” antecipada de votos obrigando o eleitor a transferir o título no tempo legal para votar depois no candidato comprador do voto? Ainda bem que a Justiça Eleitoral começa a regularizar estas ações.

Gavazzoni: saúde é prioridade

O Secretário da Fazenda, Antonio Gavazzoni, garante que a saúde em SC tem prioridade ao relatar as dificuldades que a crise econômica impôs ao setor. A arrecadação está abaixo da inflação e os 12% que a Constituição obriga serem investidos em saúde não serão suficientes. Esse percentual deverá garantir os salários dos servidores, mas não dará conta de manter os demais custos, disse Gavazzoni.

Férias coletivas em frigoríficos

A Aurora Alimentos tenta manter emprego mas, 532 funcionários da unidade da Aurora do município de Abelardo Luz, iniciaram férias coletivas por um mês. Em agosto entram em férias mais 613 funcionários. O abate de 134 mil aves por dia, vai cair pela metade nestes dois meses. Em Lindóia do Sul, a Globoaves suspendeu o abate de frango com os contratos de trabalho de 600 funcionários por um período de até cinco meses. O acerto com o Sindicato vai evitar demissões.

Cabeças pensantes

A Expoleite, evento que aconteceu na Femi no final de semana com sucesso absoluto, mostrou que é possível sim organizar eventos periódicos usando a estrutura do Parque de Exposições Rovilho Bortoluzzi. Observa-se que por longo tempo durante o ano o Parque só dá prejuízo para o município. É preciso formar uma equipe para pensar em realizações que comportam na região aproveitando o que se tem – comércio, indústria, agropecuária que é mais forte – e promovendo eventos aproveitando estas potencialidades do município e região. O prefeito, vice e o grupo de vereadores que podem ser, também, as cabeças pensantes para criar estes eventos, pelo menos um a cada três meses.

FALA POVO  

– “Xanxerê só teve três bons prefeitos: Alberto Michelin, Sady Marinho e Rovilho Bortoluzzi. Eu nasci aqui, tenho 76 anos e continuo morando no interior. Precisamos de prefeito competente”. (V.C.L.)

– O ex-vereador e professor aposentado Olavo Vendrusculo, gaúcho nato, deu umas volteadas pelos pampas e ficou muito triste com o que viu: “ o Rio Grande está quebrado, está falido”, disse Olavo.

– Outro gaúcho, o dentista Anselmo Bortoloto, avisou que está programando uma viagem aos pampas. “tenho saudade da boa terra, mas estou sabendo que a coisa por lá anda feia e que o nosso Rio Grande não é mais aquele”.

– Ainda sobre o nosso Rio Grande,” acho que o governador de lá não teve coragem de decretar falência como fez o governador do Rio. Depois que o PT entrou no governo a coisa se foi por água abaixo”. (T.G.)

– É preciso votar para prefeito, vice e para vereadores em gente inteligente, em “cabeças pensantes”.  Xanxerê não merece voltar para trás.

– “Diz aí cara que o Chaveirinho está aprontando a bagagem para voltar junto com o velho Policarpo”.  (E.S.)


Por: Direto da Redação

Deixe seu comentário

Saiba Mais