Amin garante: Merísio é meu plano B

9 de maio de 2016 07:40 | Rogério Côlvero
Amin garante: Merísio é meu plano B

Esperidião Amin, deputado federal e presidente do PP em Santa Catarina e Gelson Merísio, deputado estadual e presidente do PSD catarinense reuniram-se para avaliar coligações nas eleições municipais e um projeto para 2018. Amin já anunciou ser pré-candidato a governador em 2018 e garante que o plano B de seu partido para o governo estadual em 2018 se chama Gelson Merísio.

Repercutiu aqui

Sem dúvidas, esta “amizade” política de Amin e Merísio afirmando que se não for ele o candidato a governador do PP, tem o plano B de apoiar Gelson Merísio ao governo, repercute aqui. Os dois partidos PP e PSD podem formar uma dupla para disputar as eleições municipais com o PSD à prefeito e o PP de vice. E os nomes ? Pode ser a reeleição do atual prefeito Ademir Gasparini e com Hélio Winckler, presidente municipal do PP, indicando o candidato a vice.

Falando sozinhos

Os deputados Dirceu Dresch e Luciane Carminatti, os dois do PT, defendendo ainda, com unhas e dentes, a quase retirada de Dilma do governo afirmando que as mesmas pedaladas foram usadas em Santa Catarina pelo governador Raimundo Colombo(PSD). Provocaram os deputados catarinenses pedindo o impeachment do governador. Porém, líderes do PMDB, PSD e PP ignoraram os discursos e deram às costas aos oradores Dresch e Carminatti e a ordem é “deixar falar zozinhos”.

 

A Méritus, fazendo outra pesquisa

A máquina do “fala povo” ou “responde povo” esteve nas esquinas na semana que passou. Por curioso, participei da pesquisa. Tem uma quantidade bastante grande de nomes de possíveis candidatos a prefeito e uma lista desse tamanho de candidatos a vereador. Todos têm direito a disputar uma eleição – basta o cidadão ter o título de eleitor e residir aqui – mas para um leigo, pode surgir comentários, como por exemplo, “o que querem mesmo é ganhar o salário de prefeito, de vice e de vereador”. Ainda, uma confusão de “dobradinhas” para a formação de chapas, apresentando nomes de velhos “interesseiros” da política e de velhos negociadores e até mesmo de aproveitadores das negociações. Na minha opinião a Méritus exagerou na quantidade de nomes – pode estar ganhando bem, mas pode estar perdendo credibilidade.

Paulada

O deputado federal Rogério Peninha Mendonça (PMDB) catarinense diz: “se um sindicato quer permanecer na ativa, que sobreviva com arrecadação voluntária”.  Paulada em quem ?

Efeito governo PT/PMDB

Os dois partidos com o apoio de tantos outros partidos “nanicos” ou não, deixaram este país na lama, por exemplo: a Indústria Naval – em Itajaí e Navegantes – tem 5 mil desempregados. Estes trabalhadores  perambulam atrás do que fazer para sustentar a família enquanto isto, os políticos têm tantas benesses com dinheiro público – até o tal auxílio moradia – e os desempregados sem condições de pagar aluguel.

FALA POVO

– O deputado Eduardo Cunha (PMDB), que tem uma firma chamada Jesus.com, envergonha até seu fiel amigo Jesus.

– Em Brasília não há inocentes, só cúmplices. (S.C.R.)

– Waldir Maranhão (PP) vice de Cunha também está com o rabo preso na Lava Jato.

– Dizem em Brasília: Renan Calheiros (PMDB), presidente do Senado tua hora está chegando.

– Maranhão já passou pelo PDT, PSB, PTB e agora está no PP. Um político desacreditado.

– Eu acho que Lula vai aceitar ser Ministro da Alimentação na Venezuela a convite do Presidente que já está caindo de maduro.

– Com toda a sinceridade, diante de tanta crise, corrupção e malandragem dos políticos neste país, não se têm nem vontade de esperar as olimpíadas e ver a tal tocha olímpica passar.

– Que maravilha! Para o Dia das Mães o movimento no comércio local foi legal. Os supermercados no final de semana estavam lotados.

– Aos colorados um abraço e felicitações. Aos gremistas, tudo passa tudo passará.

 

 

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais