Design: qual o seu?

27 de maio de 2016 09:24 | UNOESC na Comunidade
Design: qual o seu?

                                                                                               Lucas Henrique Basquera Vendruscolo

Em um mundo tão globalizado, as informações estão acessíveis à pronta entrega para grande parte das pessoas, auxiliando o entendimento de várias profissões e, em se falando de Design, a expansão digital auxilia e muito, tanto na escolha para decidir em qual caminho do Design seguir: se vai ser pelo caminho da bela e encantadora parte gráfica ou, então, por uma avenida, na qual criativos e inovadores produtos são projetados e introduzidos ao mercado. Porém, muitas vezes toda essa informação pode nos confundir ainda mais.

Neste percurso cursando Design, muitos acadêmicos que escolhem o curso ficam na dúvida: qual caminho seguir após sua graduação? Alguns chegam a Universidade decididos, mas, no processo de aprendizagem sobre outras áreas do Design acabam surgindo dúvidas. O certo é que todas as subdivisões são interessantes, fascinantes, cada uma a sua maneira, porém, podemos estudar e pesquisar trabalho e ambiente de campo para auxiliar nesta escolha.

Quando pegamos um livro, além do conteúdo deste livro, lemos o design dele, o editorial que trabalha com o imaginário das informações, ajudando em sua compreensão e absorção. Assim como no momento em que navegamos por páginas na web, profissionais de web design trabalham incansavelmente no intuito de melhorar a navegação, evitando que o usuário se perca no labirinto da internet. Pisando em peças de cerâmica ou porcelanato por onde quer que seja, pode ser observado o trabalho de um design de superfícies, fazendo padrões planejados para um agradável ambiente. Também pode ser observado este trabalho em vários outros segmentos como, por exemplo, em tecidos. Escolhendo uma fonte para entregar um currículo, trabalho ou fazer um convite de casamento, ali está mais um profissional do Design, criando fontes e as conceituando para que nossa tarefa seja apenas escolher a mais apropriada. Se pegarmos algum game, ali estará o game design, e provavelmente o design de personagens, profissionais tão importantes hoje em dia. Esse é um pequeno resumo de algumas subdivisões do Design gráfico e escolher entre eles não é uma tarefa nada fácil.

Assim como no caminho gráfico, o design de produtos possui uma gama grande de subdivisões. Vejamos as embalagens que acondicionam nossos alimentos e outros produtos como, por exemplo, os eletrônicos: todas têm por trás um design de embalagens pensando e projetando o melhor modo de proteger e de garantir que seu produto seja bem visto e vendido. As pessoas compram roupas, essas roupas são desenvolvidas buscando agradar e serem adquiridas por certo tipo de pessoa: isso é pensado pelo profissional conhecido como estilista que, na verdade, é um design de moda. Todos os meios de transportes que utilizamos possuem a mão do design de automóveis moldando sua forma. É possível que os leitores estejam agora sentados, provavelmente em uma cadeira ou poltrona projetada pelo design de móveis, que trabalha para melhorar cada vez mais a funcionalidade e aproveitamento de espaços no mundo no qual as moradias são cada vez menores. Tantas opções para seguir, tantas maneiras de ajudar o mundo a ser cada vez melhor e mais aconchegante, como fazer para escolher apenas um?

Na realidade, nenhum design é isolado do outro: por mais que estejamos projetando um game para ser rodado em qualquer console desses mais famosos, temos de planejar os comandos pensando no joystick já projetado por um outro design, o acento de um carro tem padrões que o design automotivo não é o responsável e também não o mais indicado para fazer, e então entra o profissional de superfícies, que está também intimamente plugado com o mundo da moda.

Escolher não é uma tarefa das mais simples quando gostaríamos de fazer todas elas, contudo, não importa sua escolha, seja um grande profissional, jamais denigra o nome do design transformando-o num maquiador de produtos ou de conceitos:  tenha em mente seu compromisso com o social, o econômico, o cultural, e com o meio ambiente; seja crítico e inovador… Provavelmente você estará próximo do sucesso.

(O autor é acadêmico do curso de Design da Unoesc Xanxerê. Texto elaborado sob a orientação da Profª Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset.)


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais