Limites de gastos na campanha

28 de julho de 2016 08:33 | Rogério Côlvero
Limites de gastos na campanha

Os candidatos a prefeito de Xanxerê, nesta campanha política, não podem gastar mais do que termina a Lei. O limite para o candidato a prefeito é até R$ 306.577 e o candidato a vereador só pode gastar até R$ 40.913. Não podem receber doações de empresas, só de pessoa física. Pelo visto, as “malas pretas” vão chegar por aí. Eleitores acostumados a pedir “cadê o meu” não vão se conformar. E a fiscalização será mesmo eficiente?

O PT está cada vez mais gordo

A cada mês o PT engorda mais um monte. Agora com o ato da Polícia Federal, mais constrangimento para a já gorda coleção do PT. O ex-ministro Paulo Bernado e os ex-tesoureiros do partido, Paulo Ferreira e Vaccari Neto, foram indiciados na Operação Custo Brasil que desbaratou um esquema que teria desviado R$ 100 milhões do Ministério do Planejamento. O dinheiro surgiu do “esquema” de empréstimos consignados aos servidores públicos.

Os apartamentos

Preocupação: e as centenas de apartamentos dos prédios recém construídos na Vila Olímpica no Rio de Janeiro, que já estão sendo ocupados pelos atletas, serão depois ocupados por quem? Uma pergunta: será que os “Sem Tetos” do Rio e os moradores das favelas não descer dos morros e ocupá-los?

Medo das vaias

Os políticos e ex-presidentes da República como Fernando Henrique, Lula e até Dilma Roussef (está afastada da presidência) já avisaram que não irão na solenidade de abertura dos Olimpíadas do Rio. Michel Temer se obriga a comparecer e sem dúvidas, vaia receber sonora vaia. O povo não aguenta mais ouvir e ver esses políticos brasileiros. Esses candidatos a prefeito e vereador – principalmente quem já ocupou cargo eletivo – em qualquer cidade brasileira estarão sujeitos a ovo na cara e vaias nos ouvidos.

A burocracia manda neste país

A burocracia está impedindo o reinício do mutirão de cirurgias eletivas em Santa Catarina. A Receita Federal ainda não liberou o CNPJ do Fundo dos Hospitais para onde vão as sobras de recursos dos poderes públicos catarinenses. Somente com o CNPJ o Estado consegue abrir a conta bancária para transferência do dinheiro. Quando não são os “ladrões” da coisa pública que agem, é a burocracia que faz atrasar as coisas.

FALA POVO

– De fonte segura, o PSD está, ainda, procurando um vice. Detalhe, quer encontrar uma mulher para formar a chapa com o pré-candidato Avelino Menegolla.

– O nome da ex-primeira dama por duas vezes, Nelci Winckler (PP), pode ser a convidada. Nelci, sem dúvidas, é competente e conhece muito bem a administração pública.

–  Se Nelci não aceitar o convite têm mais dois nomes em vista: Eloá Giordani Ferronato ou Ivone Sirino. Competentes e conhecedoras, também, da administração pública.

– Caso o PSD venha de chapa pura, nome competente é do vereador Ivan Marques. Tem formação e alto conhecimento político e administrativo. Foi Secretário de Estado e presidente da Câmara.

– Comentários desta 3ª.feira de que o PSDB dê apoio à candidatura de Adenilso Biasus (PMDB) não lançando candidaturas a prefeito e nem a vice.

– Conversei com moradores de Cambuinzal:  esperam o asfalto prometido, também, pelo deputado Gelson Merísio (PSD).

– Em Cambuinzal, dizem que Avelino sempre “vai lá nas festas para ajudar assar o churrasco”. Boa pessoa, afirmam.

– Em Xanxerê têm gente que diz: “ precisamos de bom prefeito, churrasqueiros tem bastante”.

– Recebemos vários elogios e fomos parabenizados pela ideia de formar uma grande força no Oeste catarinense para fortalecer o nome de Gelson Merísio (PSD) para governador em 2018.

– Não podemos esquecer que o Dr. Flávio Filappi, hoje vereador, foi quem deu a reivindicação da Cardiologia para Xanxerê.  Tem méritos e reconhecimento pelo que fez.

– Falei, cara a cara com o empresário Oscar Martarelo (PDT) e perguntei:  é candidato a prefeito ou vice? Resposta firme: nem a prefeito nem a vice.

– João Paulo Menegatti, o Tatu do PTB, vereador de fala solta, sem medo de dizer a verdade, admirado pelo povo, cotado para ser candidato a prefeito ou vice, mas pode voltar a ser candidato a vereador.


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais