Para prefeito em Xanxerê

17 de agosto de 2016 07:35 | Rogério Côlvero
Para prefeito em Xanxerê

Agora está oficializado – são três os candidatos a prefeito que disputam as eleições em Xanxerê. Avelino Menegola (PSD) com seu vice Ivan Marques (PSD); Alessandro Antoniolli PT) com seu vice Jorge Barreto (PT); e, Adenilso Biasuz (PMDB) com o vice Leandro Vigo (PR). A campanha eleitoral já começou prá valer e o eleitor deve ficar atento e com os olhos bem abertos às promessas que poderão surgir.

Da onde virá o dinheiro?

O PSD tem chapa pura- Avelino e Ivan- e da onde virá o dinheiro para a campanha eleitoral deles? O PT também vem com chapa pura, Alessandro e Barreto e da onde virá o dinheiro para a campanha? E mais uma pergunta: o PMDB com Biasuz e Vigo do (PR) e da onde virá o dinheiro?  Quem pagará os gastos – cada candidatura majoritária (a prefeito e vice) de acordo com a Lei poderá gastar até R$ 300 mil e cada candidato a vereador até R$ 40 mil.  Do bolso de quem sairá o dinheiro – o Caixa 2 é proibido – embora a fiscalização, acredita-se, será forte e assim mesmo tudo pode vir por baixo do tapete, como sempre. O povo está acreditando na Justiça e espera não se decepcionar.

Quem vai subir no palanque?

Nos palanques do PSD, os mesmos, desde o prefeito municipal Ademir Gasparini, do deputado estadual Gelson Merísio até o Secretário Antonio Gavazzoni e o próprio governador Colombo.  Nos palanques do PT, também os de sempre, talvez venha dar uma força o ex-presidente Lula e a ex-presidente Dilma que agora estão “leve e soltos”; nos palanques do Biasuz e Vigo, os de sempre, deputado federal Valdir Colatto, vice-governador Eduardo Pinho Moreira e mais o time do PR, partido do Vigo. Vem muitas promessas por aí e quem vai cobrar o que já foi prometido e não feito?

Os inocentes

Na lista com os nomes dos candidatos a vereador aparece gente com “cara” de inocente em política na esperança que o eleitor dê o seu voto. Nestas horas o que não falha são os votos dos parentes mais próximos – e como se sabe, tem parente que não gosta de parente. Os candidatos a reeleição podem ter vantagem, isto se fizeram o que prometeram nas últimas eleições, caso contrário, nem devem chegar nas casas que vão receber o “troco”. Os eleitores já estão p.da cara com os políticos mais “graduados” de Brasília pela roubalheira que fizeram.

“Gatos no Palácio em Brasília”

Os presentes recebidos por Lula e Dilma, ex-presidentes, sumiram do acervo do Palácio do Planalto, inclusive, a faixa presidencial. Já foi aberta sindicância para identificar e punir os responsáveis. O comentário sobre quem são os “gastos” é grande e o povo já aponta que são os “angorás”.

FALA POVO

– “Roubaram de dentro do Palácio até a faixa presidencial. Aquela mesma que foi colocada no peito de Lula e depois no peito da Dilma”.

– “Na lista dos inelegíveis do Tribunal de Contas de SC têm nomes conhecidos. Até o nome do deputado federal Celso Maldaner (PMDB), está na lista. Será que tem nomes de Xanxerê?”

– “Cartazes já colocados nas portas das casas de moradores em Xanxerê:1.  Não entre, temos caxumba em casa e caxumba pega;  2. Se candidato bater na porta, já estou chamando a polícia, pega ladrão. 3. Se vierem aqui defender Lula e Dilma, boto a correr; 3. Aquele vereador que prometeu e não cumpriu, se chegar aqui, vai levar pau.”

– Se o ex-prefeito Bruno está apoiando o PMDB o ex-prefeito Helio está apoiando o Menegola. E qual o ex-prefeito que apoia o PT?

– Uma filial da Lotérica Vitória já está instalada no Super Mercado Brasão.  Só falta o Super Gentil também ter Lotérica – o Badotti  já tem.

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais