Para prefeito, quem está na frente?

19 de maio de 2016 08:05 | Rogério Côlvero
Para prefeito, quem está na frente?

Saber ouvir o povo pode ser um dom. Pelas ruas da cidade, nas esquinas, principalmente no café central de Xanxerê é conseguir captar as opiniões que já são manifestadas referente a quem está na frente de quem para ser candidato a prefeito e com chances de vencer as eleições. Pois bem, as vozes dizem que o ex-prefeito Menegola (PSD) estava até poucos dias na frente do atual prefeito Miri (PSD), mas agora os números são diferentes – Miri está na frente e o Avelino caiu e está em segundo lugar “e vai cair mais”, dizem. E ainda escutei que, “quem está em terceiro lugar está apenas com 9,5% de intenções”. A política é interessante, é uma “guerra” sadia, porém sabe-se que só uma pesquisa oficial poderá apresentar dados garantidos. Se bem que, a voz que vem do povo pode ser a voz da verdade.

Os novos Senadores

No lugar de Delcídio Amaral, cassado pelo Senado, assumiu Pedro Chaves (PSC-MS). Outro foi Wirlande da Luz (PMDB-RR) no posto vago de Romero Jucá que tomou posse como Ministro do Planejamento; entrou também José Anibal (PSDB-SP) no lugar de José Serra (PSDB) que assumiu o Ministério de Relações Exteriores; ainda, assumiu a vaga no Senado, Cidinho Santos (PR-MT) ocupando a vaga de Blairo Maggi, agora Ministro da Agricultura.

Papo nas ruas

Escutei nas ruas o papo de eleitores que, analisando a política e os políticos de Xanxerê, apostam que só três dos atuais vereadores têm condições de se reeleger nestas eleições municipais. Já que o povo diz…

Corte no Bolsa Família

Pode chegar a 10% o corte no projeto Bolsa Família com o pente-fino que o Ministro Osmar Terra – Social e Agrário – já mandou realizar. Há suspeita que pessoas que não se enquadram no projeto estariam recebendo por causa de falhas no cadastro, fraudes e apadrinhamentos. A ideia do Ministro  é, também, as crianças do Bolsa Família serem acompanhadas por profissionais até os quatro anos de idade.

Para ter respeito…

Para o governo Temer começar a ser encarado com respeito e confiança, só com a saída em definitivo de Dilma(PT). Os empresários e investidores que recuaram não querem recomeçar já vão esperar este governo se solidificar. Este talvez seja um dos motivos que estão apressando o processo de impeachment, prevendo uma solução antecipada para antes de 7 de setembro.

Esperança do PT

O PT espera o fracasso do governo interino de Michel Temer e afirma que o “golpe ainda nãoa está consumado” e tem esperanças de retornar ao Planalto. O PT faz os cálculos e afirma que os 55 senadores que votaram a favor do impeachment, 10 se manifestaram apenas pela abertura do processo sem posição do mérito e garante que há margem para impedir que se alcancem os 54 votos necessários para a cassação de Dilma. O partido ainda sonha em ganhar volume de apoio das ruas e das redes sociais para pressionar o Congresso.

FALA POVO

– Os peemedebistas catarinenses já pressionam para reaverem os cargos que ocupavam e ainda querem mais. Mauro Mariani já não sabe o que fazer…

– O PMDB gosta mesmo é de cargo, dos gabinetes…do tutusinho no final do mês! É bom mesmo.

– Pensando bem, este ano é a hora e a vez do PMDB de Xanxerê lançar candidatura própria. Tem bons nomes, tem respaldo do governo federal…

– Forte comentário: Brusamarelo pode ser o candidato do PMDB a prefeito.

– Competência administrativa e capacidade política quem tem mesmo é o Biazus.

– Já está nas ruas a disputa pela cabeça de chapa do PSD: Miri ou Menegola.

-Não esqueçam que os nossos do PT são gente boa, não entraram no esquema da Petrobrás


Por: Direto da Redação

Deixe seu comentário

Saiba Mais