Uma vaquinha para Dilma

1 de julho de 2016 08:53 | Rogério Côlvero
Uma vaquinha para Dilma

Uma “vaquinha” para arrecadar dinheiro para aos passeios de Dilma está agitando os petistas. Dilma quer andar por este país fortalecendo a ideia de ter sido um golpe o impeachment, mas faltou dinheiro. O interino Michel Temer tirou a mordomia da presidente afastada não autorizando suas viagens de graça com os aviões da FAB – só de Brasília para Porto Alegre. Então os amigos petistas estão fazendo uma campanha ( uma vaquinha ) para arrecadar a grana para que ela possa cobrir as despesas. Pretendem arrecadar R$ 500 mil e até ontem já tinham no caixa R$ 100 mil de doações. Antes não precisava uma campanha de doações, bastava dar um grito e chovia de empreiteiros para ajudar até que chegou a Lava Jato e acabou com a festa.

Uma ideia catarinense

Santa Catarina ao invés de só vender carne suína agora produz e vende unidades frigoríficas, abatedouro móvel de suínos desenvolvido pela Embrapa, em Concórdia. A unidade é construída em cima da carroceria de um caminhão, vai onde for necessário e atende pequenos produtores. A capacidade de abate é de 1,5 mil animais por mês. O governador do Piauí, José Wellington Barroso, esteve em Concórdia para conhecer o projeto. O custo da unidade é de R$ 3,9 milhões.

De SC 10 mil carros para os USA

A BMW, de Araquari-SC, comercializou 10 mil unidades do cobiçado carro BMW X1, para os Estados Unidos. Os primeiros 200 carros já foram embarcados via Porto de Paranaguá.

Os petistas podem pagar a conta

Uma fonte política bem informada afirma que José Dirceu, o pensador brasileiro do PT, da cadeia em Curitiba onde está preso pela Lava Jato, teve uma “feliz ideia” e a comunicou para seus companheiros de cela e estes, a levaram ao conhecimento dos outros em Brasília e de lá está se espalhando por este país. A ideia de Zé Dirceu é forçar a barra para que o partido (PT) assuma a responsabilidade e a conta, devolvendo os valores das propinas  para livrar da cadeia todos os que estão presos e outros que serão. O montante do dinheiro viria de uma arrecadação de cada petista filiado ao partido, que a princípio seria um pedido e depois, uma ordem.  O primeiro que aprovou a ideia foi o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

FALA POVO

“A sentença é dada: prisão para o acusado.  O acusado pergunta se poderiam mandá-lo para  a cadeia de Xanxerê. Que motivo ? O motivo seria “mais bom” para andar de Van prá lá e prá cá.”

“Ao invés de construir cadeia, o governo construirá uma fábrica de tornozeleiras eletrônicas. Preso que é ladrão vai ter que ficar em casa, no domicílio”.

“A fala na rua é como se a campanha política deste ano vai ser igual as outras.  Já falam abertamente… sem dinheiro os candidatos que nem venham.”

“Os valores da Bolsa Família foram reajustados em 12,5%. Quem paga a conta?”

“Vocês estão observando que as eleições estão aí e ninguém fala sobre as candidaturas. Todos quietos, medo do xingamento, dos pedintes costumeiros, das acusações etc. e tal.”

“Me contaram que arrumaram uma boquinha para o rapaz, em Florianópolis. Mas ele queria tanto ser o candidato a prefeito…”

“O velho policarpo também está meio quieto. Só faz sucesso na novela das 6, mas só pensa naquilo, ser prefeito outra vez.”

 

 

 

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais