Vai ser Menegola e Iara

12 de abril de 2016 09:22 | Rogério Côlvero
Vai ser Menegola e Iara

Antes se ouvia pelas ruas da cidade que já estava escrito que o atual prefeito Ademir Miri Gasparini (PSD) iria para a reeleição tendo a Iara Calfas(PSDB) como candidata a vice. Agora surge um novo papo político: “vai ser Menegola (PSD) a prefeito e Iara (PSDB) de vice.” Tudo bem, na jogada política as conversas e afirmativas são várias. Porém, um fato curioso surgiu quando um tucano de carteirinha falou bem alto e não pediu segredo que “se o PSDB inventar de se coligar com o PMDB, to fora. Pois, em outra eleição o Menegola se agarrou com o Julião e tentou elegê-lo. Eu fico de orelha em pé com este Menegola”, disse o tucano quase exaltado.

 “Anotem e me cobrem”

O governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, aos olhos dos brasileiros, está com a razão. Colombo diz:  “anotem e me cobrem, a cassação de Dilma não será uma solução – se Dilma for cassada e Michel Temer assumir, no dia seguinte o PT e seus aliados vão iniciar o processo de retirada do novo dirigente.  E virão antes ou depois as cassações de Eduardo Cunha, presidente da Câmara e de Renan Calheiros, presidente do Senado. A crise econômica vai se agravar dramaticamente nos próximos três meses. Em três meses se não houver eleições gerais, virá o caos”.

Colombo sugere eleições gerais

Raimundo Colombo começa a caminhada por eleições gerais em todo o país, propondo a aprovação de emenda constitucional. Ele reitera que sua tese de renúncia coletiva dos detentores de mandato – inclusive o dele – e novas eleições em todos os níveis diz  ser a “solução ideal para acabar com a atual crise e passar o Brasil a limpo, mudando este modelo que está falido”.

Na capa da Veja

Nesta semana mais uma vez a Revista Veja chama a atenção. Se lê na capa : “Dilma em liquidação com superqueima de cargos, corra! Últimos ministérios. Atenção deputados! Só os senhores, com seu voto e sua consciência, podem acabar com essa farra”.

FALA POVO

– Um papo nos corredores do Congresso  é sobre uma promessa sigilosa : “eu assumo o governo e vou dar um abafa geral na Lava Jato e mandar aquele juiz e sua equipe para o quinto dos infernos.”

– “No papo de corredor do Congresso com a sigilosa afirmativa veio ao agrado dos políticos ladrões envolvidos com a corrupção.”

–  Eu passando pela Praça Tiradentes em Xanxerê, um empresário gritou: “ei, escreve lá que este País está precisando de um Hitler para acabar com esta malandragem”.

– Talvez tenha sido exagerado o meu amigo empresário –  é preciso sim, a coragem do povo brasileiro sair às ruas e exigir firmemente a saída de todos que têm mandato político e começar tudo de novo, democraticamente.

– Meu amigo Ivan Marques, lembrando que nestas eleições “ ele está na área”.

– Pela acomodação das morangas, meu caro Ivan, o negócio mais viável é tentar, repito, tentar a reeleição para continuar na área…

– Uma pergunta do povo: “que fim levou o caso do estelionatário que se aproveitou do povo xanxerense e tirou uma grana na época do tornado, em?”

– Será que o caso do malandro que tirou o dinheiro do povo vai ficar assim? Os vereadores não poderiam agir a favor dessa gente enganada?

 

 

 

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais