18% das crianças que nasceram este ano em Xanxerê, são filhos de mães adolescentes

4 de agosto de 2016 08:43
Comunidade , Saúde , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
18% das crianças que nasceram este ano em Xanxerê, são filhos de mães adolescentes Gravidez na adolescência (Foto: Divulgação)

A gravidez não planejada de menores de 18 anos tem cada vez mais interrompido a adolescências. Em Xanxerê, de acordo com o setor de estatística do Hospital Regional São Paulo, entre janeiro a dia 3 de julho de 2016 nasceram 694 crianças, destas, 128 são filhos de menores de 18 anos. O que resulta numa taxa de 18% de gravidez entre adolescentes, se baseado nos nascidos neste ano.

De acordo com o relatório do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), divulgado em 2013, foi constatado que, no Brasil, 12% das adolescentes de 15 a 19 anos têm pelo menos um filho. Na mesma pesquisa, 19,3% das crianças nascidas em 2010 são filhos e filhas de mães menores de 19 anos.

Assim aconteceu com Danieli Sampaio, aos 16 anos descobriu estar grávida. Na época, já não morava com os pais e precisou dar conta da sua nova vida sozinha, como mãe, estudante e mulher que trabalha fora. Hoje, menos de um ano após o nascimento da sua filha, as dificuldades ainda são grandes.

“Ser mãe acarreta uma responsabilidade imensa e você se depara com uma situação que ninguém vai poder te ajudar ou que ninguém vai poder cuidar do seu filho para você. É você e você. E, tem uma vida dependente da sua. A primeira reação é se desesperar por dentro, porém só por dentro, porque como eu disse tem uma vida dependente da minha então desespero é uma coisa que a gente sente, mas não demostra, porque isso é muito julgado”, conta Danieli.

Danieli hoje mora com sua irmã e a filha, estuda e trabalha como secretária. Mas, apesar de todas as dificuldades diz que a gravidez é algo positivo em sua vida, “o cansaço é com certeza recompensado, ser mãe é uma coisa inexplicável, porém dolorida. Eu ouvi dizer e hoje afirmo, quando nasce uma mãe morre uma mulher. A vida muda completamente, passamos a viver em função do filho”, finaliza.

Danieli e a filha, Manoella Luiza (Foto: Arquivo pessoal)

Danieli e a filha, Manoella Luiza (Foto: Arquivo pessoal)

 

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais