53% dos xanxerenses preferem não revelar seu ganho mensal em pesquisa; economista explica

21 de julho de 2016 14:42
Comunidade , Economia Compartilhar no Whatsapp
53% dos xanxerenses preferem não revelar seu ganho mensal em pesquisa; economista explica 41% das pessoas não duram três meses em um emprego. (Foto:Divulgação)

Entre todos os acontecimentos mundiais, a palavra crise está sendo muito utilizada ao falar em política e principalmente em economia. Dados revelam que brasileiros com idade entre 18 e 95 anos, que estão inadimplentes chegou a 68% da população. Segundo o economista Celito Pandolfi, essa inadimplência irá durar cerca de sete a oito anos.

“A fundamentação está no grau de endividamento, as pesquisas mostram que 68% das pessoas estão endividadas de cinco a oito anos. E o problema não é só esse, é que as pessoas perderam o emprego e hoje não conseguem mais pagar o que foi financiado”, relata o economista.

Com o número de pessoas com endividamento aumentando, Celito relata que as buscas por soluções acabam gerando um desespero, “através disso as pessoas começam a entrar em desespero, hoje 41% das pessoas não duram três meses em um emprego, pois não possuem capacitação para as vagas que estão disponíveis, essas pessoas que não possuem capacitação, não são idosos, são pessoas entre 14 e 26 anos”.

Outros dados que revelam que a situação econômica da população xanxerense, é que 53% dos entrevistados na última pesquisa, não quiseram revelar seu ganho mensal, “na última pesquisa realizada 53% das pessoas não quiseram revelar seu ganho mensal, isso significa que ou está sem emprego ou com rendimento baixo”, afirma.

Cabe a cada consumidor controlar suas despesas, se adaptar com a crise e com a escassez de dinheiro, para poder se manter com estabilidade nessa fase em que se encontra o Brasil.


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais