Acordo: Casan não deve iniciar greve que estava programada

13 de junho de 2016 15:24
Comunidade , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Acordo: Casan não deve iniciar greve que estava programada imagem meramente ilustrativa (Foto: Patrícia Silva/ Lance Notícias)

Estava programado para a próxima quarta-feira (15), uma paralização dos trabalhos da Casan. A paralisação iria atingir todo o estado de Santa Catarina e os trabalhadores reivindicavam alguns benefícios como renovação do ACT 2015/2016; Pagamento integral do INPC; Aumento real de salários, podendo se discutir a forma de viabilizar; Jornada de 6 horas para todos (as); Fim das terceirizações; Mudanças na estrutura organizacional e na gestão da empresa.

De acordo como Diretor da ACT, Moacir Cunico, os trabalhadores acataram a proposta da empresa mantendo todas as cláusulas do acordo coletivo anterior e o pagamento do INPC, “Não vai mais acontecer a grave que era prevista para os próximos dias, os trabalhadores se reuniram em assembleia e acharam por bem aceitar as propostas da empresa, que seriam todas as cláusulas do acordo coletivo anterior e o pagamento integral do INPC que é cerca de 9,83%”.

Cunico comenta ainda que o Sintaema (Sindicado dos trabalhadores de Águas, Esgoto e Meio ambiente de SC) não aceita a forma que a nova gestão está administrando a empresa, “Tem algumas cláusulas neste ACT referente a terceirizações, onde ainda tem muitas empresas terceirizadas prestando serviços para a Casan, o sindicato vai continuar na luta para tirar essas empresas terceirizadas. Outra cláusula é sobre a gestão da empresa. O sindicato quer uma empresa mais competitiva, que satisfaça as necessidades dos catarinenses”, finaliza.


Por: Direto da Redação

Deixe seu comentário

Saiba Mais